SINMED vai cobrar insalubridade na Justiça



SINMED vai cobrar insalubridade na Justiça

A Secretaria de Saúde de Maceió não paga adicional de insalubridade aos médicos efetivos, contratados depois de aprovação no último concurso público da pasta. Os profissionais, que já buscaram, através do SINMED, resolver a questão administrativamente, agora vão à Justiça. A ação será ajuizada pela Defensoria Médica da entidade. Os médicos prejudicados deverão procurar o Sindicato para se inscrever no processo.



Na atual gestão do prefeito Rui Palmeira a categoria médica já foi alvo de vários ataques, como o congelamento do PCCV e o corte da folha SUS. Isso em um município que não investe absolutamente nada no atendimento à população, com postos de saúde em petição de miséria. Situação compatível com a de uma cidade abandonada por um administrador omisso, incompetente e mal assessorado.

Comentários