África : Hospital Psiquiátrico registou mais de mil casos de violência doméstica

As estatísticas apontam para um aumento do número de casos, comparativamente ao ano passado, sem revelar quanto, porque as vítimas passaram a denunciar a sua situação.


Hospital Psiquiátrico - Luanda


De acordo com o responsável, está em curso um programa de saúde mental até 2025 para apoio às vítimas de agressão, que prevê a construção de alguns centros psicossocial para o controlo de casos de violência doméstica.

Hospital Psiquiátrico de Luanda registou este ano 1.040 casos de violência doméstica, de um total de 10 mil consultas de psicologia realizadas, informou ontem o responsável dos serviços de urgência daquela unidade hospitalar.
Jaime Sampaio falava durante o seminário realizado, pelo Ministério da Família e Promoção da Mulher, sobre o Impacto da Violência Doméstica na Saúde Mental e o Papel da Comunicação Social na Sensibilização e Divulgação dos Casos.

O responsável referiu que as estatísticas apontam para um aumento do número de casos, comparativamente ao ano passado, sem revelar quanto, porque as vítimas passaram a denunciar a sua situação.

“O número de casos de violência doméstica aumentou, porque as pessoas ganharam consciência de denunciar casos de agressão e a linha 115 facilita as pessoas a denunciarem”, referiu Jaime Sampaio, citado pela Angop.


Informou que nos municípios de Viana, Cacuaco e Belas, em Luanda, bem como nas províncias da Huíla, Huambo, Zaire, Moxico, Cabinda e Namibe, estes centros já estão em funcionamento.

Segundo dados do Ministério da Família e Promoção da Mulher, o país registou no primeiro semestre do ano, 12.000 casos de violência doméstica, liderando a lista as províncias de Luanda, Bié e Malange.

Fonte: Rede Ango

Comentários