Droga para tratar um tipo de hepatite pode ativar outro

Os medicamentos, que são altamente eficazes contra a hepatite C, pode desencadear uma hepatite B latente em pacientes infectados com ambos os tipos de vírus, disse a Agência Europeia de Medicamentos em um comunicado. 


Antivirais para várias estirpes de hepatite (A, B e C na foto) podem interagir com consequências potencialmente mortais. -


"Casos exista retorno da infecção do vírus da hepatite B previamente inativo , ela pode ser fatal, ," com esta classe de drogas, disse a agência em um comunicado anunciando os resultados de uma pesquisa. 


Os antivirais Daklinza, Exviera, Harvoni, Olysio, Sovaldi e Viekirax são utilizados para tratar a hepatite C crônica, uma doença hepática infecciosa. 


Houve apenas cerca de 30 casos de reativação da hepatite B diante milhares de pacientes que tomam as drogas, disse a agência. E não havia informação suficiente para tirar uma conclusão sobre o risco de câncer. Mas uma comissão especial da agência de avaliação de risco recomendou que todos os doentes sejam rastreados para o vírus da hepatite B antes de iniciar qualquer tratamento com esses medicamentos. 


Ela também propôs que um aviso seja incluído no folheto informativo das drogas. As drogas, uma nova classe conhecida como "antivirais de ação direta" são mais eficazes do que os seus antecessores. Com um custo de cerca de 40.000 a 80.000 euros (US $ 43,000- $ 86.000) por um período de 12 semanas.


A hepatite é uma inflamação do fígado, na maioria das vezes causada por um vírus, mas às vezes por drogas ou álcool, outras infecções ou doenças auto-imunes. Os tipos B e C geralmente ocorrem através do contato com fluidos corporais de uma pessoa infectada. Exceto para a hepatite B, não existe nenhuma vacina contra a hepatite C. 


Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do original e o blog ALAGOAS REAL

http://www.newvision.co.ug/new_vision/news/1441354/drug-hepatitis-type-activate-watchdog

Comentários