Raiva Humana - Peru : dois casos por mordidas de morcegos

raiva
Raiva

Quinze militares peruanos que serviam em uma zona de emergência na selva do sul do Peru foram mordidos por morcegos e dois contrairam a raiva silvestre, conforme um comunicado na terça-feira do ministro da Defesa Jorge Nieto Montesinos depois de uma visita ao Hospital Militar de Lima.

Os 15 militares afetados pertencem à Companhia Especial Número 33 da base de comando Kiteni e participavam de operações contra o terrorismo e o tráfico de drogas em Alto Pichas ,província de La Convención, na região sul de Cuzco.

Desse grupo, treze receberam vacinas contra a raiva e estão sob observação, uma vez que o seu estado não apresenta qualquer gravidade.

Enquanto isso, dois militares têm sintomas de raiva silvestre e estão em Unidade de Terapia Intensiva..
Nieto se reuniu com as famílias dos dois soldados doentes e assegurou-lhes que vai pessoalmente supervisionar os cuidados médicos .

O ministro também anunciou que melhorou os protocolos de vacinação para os militares que trabalham em áreas de emergência, onde tais casos ocorrem com freqüência.

A província de La Convención, em Cuzco está localizada na selva do Valle dos rios Apurimac, onde as forças armadas lutam contra as forças remanescentes do grupo armado Sendero Luminoso e os cartéis de drogas.





Raiva Humana - Peru : dois casos por mordidas de morcegos

dezembro 8, 2016 by Mário Augustophoto of 'Alagoas Real NEWS'

Militares na selva do sul do Peru foram mordidos por morcegos
.

Comentários