Febre amarela - SMS Maceió : recomendações sobre a vacina

Áreas de Risco


Devido ao aumento da procura pela vacina contra a febre amarela nas unidades de saúde de Maceió, a Coordenação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) no município vem intensificando o repasse das orientações estabelecidas pelo Ministério da Saúde para a administração das doses disponibilizadas para os estados e municípios que não estão inseridos nas Áreas Com Recomendação para a Vacina, como é o caso de todas as cidades de Alagoas.



A Coordenação ressalta que a recomendação sobre a vacinação que deve ser seguida em todo o país é a mesma: a imunização precisa ser feita somente para pessoas que residam em Áreas Com Recomendação para a Vacina (ACRV) contra febre amarela – ver no mapa – e/ou pessoas que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dentro dessas áreas. A recomendação também é indicada para as pessoas que vão se deslocar para países com risco para a doença.


Confira os países qe exigem vacina contra febre amarela de viajantes
Afeganistão – África do Sul – Albânia – Angola – Antígua e Barbuda – Antilhas Holandesas – Arábia Saudita – Argélia – Austrália – Bahamas – Bangladesh – Barbados – Barein – Belize – Benin – Bolívia – Botsuana – Brunei – Burkina Faso – Burundi – Butão – Cabo Verde – Camarões – Camboja – Cazaquistão – Chade – China – Cingapura – Congo – Coreia do Norte – Costa do Marfim – Costa Rica – Djibut – Dominica – Egito – El Salvador – Equador – Eritreia – Etiópia – Fiji – Filipinas – Gabão – Gâmbia – Gana – Granada – Guadalupe – Guatemala – Guiana – Guiana Francesa – Guiné – Guiné-Bissau – Guiné Equatorial – Honduras – Ilha de Natal – Ilha Norfolk – Ilhas Pitcairn – Ilhas Salomão – Índia – Indonésia – Irã – Iraque – Jamaica – Jordânia – Kiribati – Laos – Lesoto – Libéria – Líbia – Madagascar – Malásia – Malawi – Maldivas – Mali – Malta – Martinica – Maurícia – Mauritânia – Mayotte – Moçambique – Montserrat –
Myanmar – Namíbia – Nauru – Nepal – Níger – Nigéria – Niue – Nova Caledônia – Omã – Paquistão – Paraguai – Polinésia Francesa – Quênia – Quirguistão – República Centro-Africana – República Democrática do Congo (ex-Zaire) – Reunião Ruanda – Saint Martin – Samoa – Santa Lúcia – São Bartolomeu – São Cristóvão e Névis – São Tomé e Príncipe – São Vicente e Granadinas – Senegal – Serra Leoa – Seychelles – Somália – Sri Lanka – Suazilândia – Sudão – Suriname – Tailândia – Tanzânia – Togo –
Trinidad e Tobago – Tristan da Cunha – Tunísia – Uganda – Vietnã – Wallis e Futuna – Zâmbia – Zimbábue.


“É preciso deixar claro para todos que o vírus da febre amarela não está em circulação em Alagoas e que a doença não é transmitida de pessoa para pessoa, mas sim de um vetor (mosquito) contaminado pela doença. Além disso, estamos seguindo a recomendação do PNI Nacional, que determina anecessidade de comprovação da viagem – por meio, por exemplo, de passagem aérea ou de ônibus ou comprovante de hospedagem, entre outros – e um prazo de antecedência mínima de 10 dias da data da viagem, para que a dose da vacina possa ser aplicada”, explica a coordenadora do PNI municipal, Eunice Amorim.


Precauções

A vacina não está indicada para pessoas acima de 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças de até seis meses (se receberem a vacina, o aleitamento materno deve ser suspenso preferencialmente por 28 dias após a vacinação ou no mínimo 15 dias) e pessoas com doenças autoimunes ou doença neurológica. Em situações de emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem para área de risco, um médico deverá avaliar o risco/benefício da vacinação para esses grupos, levando em conta o risco de eventos adversos. Nesses casos, a vacinação só será realizada mediante prescrição médica e a mesma ficará retida na unidade onde a vacina for aplicada.

Contraindicações

A vacina contra a febre amarela é contraindicada nos seguintes casos: crianças menores de 6 meses de idade; pacientes com imunodepressão de qualquer natureza; pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave; pessoas em tratamento com drogas imunodepressoras (quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores, corticosteróides por tempo superior a 14 dias); pacientes submetidos a transplantes de órgãos; pacientes com imunodeficiência primária, pacientes com neoplasia, indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias da vacina; pacientes com história pregressa de doenças do timo; e doença febril aguda, com comprometimento do estado geral da saúde.

A coordenadora reforça que o município disponibiliza 11 unidades de saúde (ver lista abaixo) como referência para a vacina, possibilitando o encaminhamento adequado das pessoas que estão dentro das regras necessárias com recomendação da vacina. Ela lembra, porém, que as unidades estão sendo abastecidas conforme solicitação, mas dentro do estoque disponível, fornecido pelo PNI estadual de forma gradativa e em pequena quantidade. “Por este motivo, precisamos da colaboração de todos para que a vacina seja destinada a quem realmente necessita e não venha a faltar para aqueles que viajarão para lugares com risco de contrair a febre amarela”, destaca Eunice.

Unidades de Saúde que disponibiizam a vacina

1º Distrito Sanitário

– US Osvaldo Brandão Vilela (Ponta da Terra – 3315-5403 – segunda a quarta-feira);

– II Centro de Saúde (Poço – 3315-2641 – terças, quintas, e sextas-feiras)

2º Distrito Sanitário

– US Roland Simon (Vergel – 3315-5353 – terças e quintas)

3º Distrito Sanitário

– US Pitanguina (Pitanguinha – 3315-1591 – terças, quartas e quintas)

– US São Vicente e Paula (Pinheiro – 3315 – 5437 – segundas e sextas)

4º Distrito Sanitário

– PAM Bebedouro (Bebedouro – 3315- 5431 terças e quintas)

5º Distrito Sanitário

–US José Tenório (Serraria – 3315-5417 – segunda-feira)

– US João Paulo II (Jacintinho – 3315-5404 – quarta-feira)

6º Distrito Sanitário

– US Hamilton Falcão (Benedito Bentes – sem telefone – quintas e sextas)

7º Distrito Sanitário

– US Ib Gatto (Tabuleiro – 3315-3565/3315-8460 – segundas e quartas)

– US Tereza Barbosa (Eustáquio Gomes – 3315-5476 terças e quintas)

Ascom SMS


Confira : Atualização em 25 de março de 2017 

 Maceió - Alagoas : Apenas três unidades de saúde ofertam vacina contra a febre amarela



Item Reviewed: Febre amarela - SMS Maceió : recomendações sobre a vacina
Rating: 4
Reviewed By: AR NEWS

Comentários