O nome “ febre amarela ” vem da insuficiência hepática que causa icterícia

Não há tratamento específico para a febre amarela e os cuidados estão baseados nos sintomas. As etapas para prevenção da febre amarela incluem o uso de repelentes, roupa de proteção e vacinação.

icterícia -
Amarelamento da pele e esclera 

O vírus da febre amarela, é um arbovírus do gênero flavivírus, da família Flaviviridae, transmitido ao ser humano pela picada de mosquitos infectados. O nome “febre amarela” vem da insuficiência hepática que causa icterícia, nome dado ( a um sinal clínico caracterizado pela coloração amarela da pele, mucosas e escleróticas devido a um aumento de bilirrubina no sangue )


A doença é diagnosticada com base nos sintomas, achados físicos, exames laboratoriais, e a possibilidade de exposição a mosquitos infectados. Muitos dos casos de febre amarela são leves, porém a doença pode ser grave e representar ameaça à vida.
febre amarela

Os sintomas de infecção grave são febre alta, calafrios, dor de cabeça, dores musculares, vômito e dor nas costas. Após um curto período de recuperação, a infecção pode levar a choque, sangramento e insuficiência renal e hepática. Infecções graves por febre amarela podem ser fatais. Os índices caso-fatalidade da doença grave variam de 15% a mais de 50%.

Existem dois tipos de febre amarela causados por dois ciclos diferentes de infecção:

- A febre amarela silvestre: é disseminada por mosquitos infectados em matas tropicais. A transmissão ocorre quando o indivíduo é picado por mosquitos que se infectaram após alimentarem-se do sangue de macacos portadores do vírus. A febre amarela silvestre é rara e ocorre principalmente entre os indivíduos que habitam ou trabalham nas matas tropicais.

- A febre amarela urbana: é disseminada por mosquitos que foram infectados a partir de outras pessoas. O aedes aegypti é a espécie de mosquito que geralmente transmite a febre amarela de um ser humano para outro. Esses mosquitos se adaptaram à vida urbana e sua larva cresce em pneus abandonados, vasos de flores, tambores e recipientes de armazenamento de água localizados perto das moradias humanas. A febre amarela urbana é a causa da maioria dos surtos e epidemias de febre amarela.

Não há tratamento específico para a febre amarela e os cuidados estão baseados nos sintomas. As etapas para prevenção da febre amarela incluem o uso de repelentes, roupa de proteção e vacinação.

Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o blog ALAGOAS REAL

1.Center for Disease Control and Prevention.  Disponível em: https://www.cdc.gov/yellowfever/



O nome “ febre amarela ” vem da insuficiência hepática que causa icterícia

Rating: 3
out of 5

based on 1 reviews.

Comentários

Anônimo disse…
Bem interessante
Anônimo disse…
Gostei do Blog; Adriana