3/28/2017

Doenças transmitidas pelos mosquitos Aedes Aegypti,Albopictus,japonicus,koreicus e togoi



Os mosquitos Aedes são vetores significativos de várias doenças e podem transmitir uma variedade enorme de patógenos que são responsáveis por morbidades, sofrimento e mortalidade em animais e humanos .

O gênero foi descrito inicialmente por um entomologista Alemão Johann Wilhelm Meigen, e o nome foi derivado da palavra Grega que significa “de mau gosto” ou “desagradáveis”.

Estes mosquitos submeteram-se com sucesso a um processo de domesticação (isto é produzindo sua descendência nos territórios ocupados pelos humanos). Seu comportamento agressivo é uma ameaça grave durante as atividades exteriores, e um veículo abundante para a transmissão de graves doenças


Biologia e distribuição de mosquitos Aedes

Os mosquitos Aedes são conhecidos por possuírem um alto potencial invasor , porque seus ovos são capazes de suportar o transporte e a dessecação por longos meses. Os Ovos são geralmente pretos e ovóides .


A escala de mosquitos Aedes se estende globalmente . Devido ao comércio humano eles se espalharam com sucesso de suas florestas tropicais nativas da Ásia a praticamente para todos o s continentes - à exceção é a Antártica.

O Aedes aegypti é uma espécie conhecida por transmitir os vírus que causam febres tropicais tais como a Febre amarela, o vírus da dengue e o vírus do chikungunya. Igualmente sugere-se como um vetor possível do vírus da Encefalite Eqüina Venezuelana (VEE) , visto que os estudos diferentes da competência do vetor demonstraram a capacidade do Aedes aegypti em transmitir o vírus do Nilo Ocidental (o último foi confirmado pelo isolamento do vírus em mosquitos no campo).


O vírus da Zika, um micróbio patogênico emergente ligado à microcefalia em crianças, foi isolado igualmente dos mosquitos Aedes aegypti recolhidos no campo. Os estudos Adicionais no laboratório mostraram a propensão desta espécie do mosquito para a transmissão do vírus Zika, assim é também considerado um vetor importante para esta doença.

O Aedes albopictus tem um papel transmissor, no vírus da dengue ,no vírus do chikungunya e em nematódeo do gênero Dirofilária. Igualmente considera-se como um vetor competente no mínimo de outras 22 arboviroses - entre elas estão o vírus da febre amarela, o vírus do Nilo Ocidental, o vírus da encefalite Japonesa, da febre do Vale do rio Rift , de vírus eqüinos que provocam encefalite, e mesmo do vírus da Zika.


O Aedes japonicus, a terceira espécie invasora do mosquito relatada na Europa, foi identificado como um vetor competente do vírus do Nilo Ocidental por estudos experimentais, mas igualmente para o vírus da Encefalite de La Crosse e o vírus da encefalite Japonesa. Este mosquito é igualmente capaz de transmitir o chikungunya e a dengue, mas com menos sucesso quando comparado às duas espécies acima mencionadas.

O Aedes koreicus foi provado ser um transmissor eficaz do vírus da encefalite Japonesa e da Dirofilaria immitis, mas igualmente tem a capacidade intermediária para transmitir um nemátodeo aos seres humanos ,a Brugia malayi ( espécie de nematódeo da família Onchocercidae. São parasitos de mamíferos, incluindo os humanos, causando a dirofilariose linfática). Uma Outra espécie do Aedes, o triseriatus , é um vetor conhecido do vírus de La Crosse . O Aedes togoi é um vetor menor da filariose bancroftiana e Brugia periódica.
Aedes togoi 




Em conclusão, mais de 700 espécies do Aedes são descritas atualmente, e somente uma fração delas são vetores provados dos arbovírus e dos outros micróbios patogênicos. Não Obstante, a inter-relação entre o tipo, o número e a competência destes mosquitos e da transmissão das doenças precisam de esclarecimentos adicionais para o controle apropriado das inúmeras patologias que acometem os seres humanos e alguns animais


Editado e Traduzido
Se copiar é obrigatório citar a fonte
Do original e o link do blog ALAGOAS REAL

História Fonte:
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/
http://ecdc.europa.eu/
https://www.cdph.ca.gov/
.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Faça seu comentário