Nossos hospitais são necrotérios, dizem estudantes Venezuelanos

"O governo da Venezuela não tem uma política clara em matéria de saúde", disse Pelaez. "Aqui eles estão violando nossos direitos, direito à saúde, direito à vida".

Venezuela - Crise grave na saúde e Direitos Humanos



Um grupo de estudantes de medicina concentrados  na frente do Ministério da Saúde , localizado no centro de Caracas, entregaram um documento ao ministro exigindo soluções para a crise que está atravessando os hospitais.


Hilda Ruby, um dos manifestantes, disse que os estudantes de medicina hoje "fazem mágica" para aprender a profissão nas presentes condições, sem medicamentos e sem equipamentos para operar pacientes.


Eles entregaram uma carta para o ministério com várias exigências, incluindo questões de saúde também refletem outros como pagar cesta básica aos pensionistas e aposentados . Eles disseram que , se não forem cumpridas no prazo de 72 horas iriam começar um dia de protestos. "Vamos estar com médicos e estudantes com nossos pacientes."

"Infelizmente todos os dias o trabalho é mais difícil para os profissionais de saúde e temos que ver como estão morrendo os pacientes por falta de medicamentos e suprimentos. Milhares de pessoas morrem de desnutrição e não podemos atender  simplesmente porque as condições não  permitem ",disse a Federação de Centros Universitários da Universidade Central da Venezuela  FCU- UCV).

Com Ruby estava Freddy Pelaez, outro aluno da mesma escola, que também lamentou a quantidade de médicos que decidiram emigrar.

"E a crise de saúde não só passa a escassez pela fuga de profissionais competentes", disse ele, observando que há dois anos o anuário epidemiológico não é publicado, "para que as pessoas não conheçam o status das doenças no país. Mas sabem que sua família fica doente e não podem obter os medicamentos", acrescentou.

Traduzido e Editado
Se copiar é obrigatório citar o link do Blog AR NEWS

História Fonte:

Efeito Cocuyo http://efectococuyo.com/principales/nuestros-hospitales-son-una-morgue-estudiantes-protestaron-frente-a-min-salud

Comentários