3/20/2017

Atualização e Investigação de casos suspeitos de febre amarela silvestre em Minas Gerais

A Febre Amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos, tanto em áreas urbanas ( Aedes Aegypti ) e silvestres. Em áreas florestais, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes.

A Febre Amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos, tanto em áreas urbanas e silvestres. Em áreas florestais, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes.
MINAS GERAIS

Minas Gerais - Letalidade atual de 34,51%


Em 2017, até o momento (17/03), foram notificados 1.094 casos de Febre Amarela, sendo que desses 118 foram descartados e 339 são casos confirmados. Foram considerados casos confirmados aqueles que apresentaram:


Exame laboratorial detectável para Febre Amarela;
Exame laboratorial não detectável para dengue;
Histórico vacinal (não vacinado/vacinação ignorada);
Sinais e sintomas compatíveis com a definição de caso;
Exames complementares que caracterizam disfunção renal/hepática.

Em relação aos óbitos, foram notificados 192 óbitos. Desses, 117 foram confirmados para Febre Amarela.


» Clique no link a seguir e confira, na íntegra, o informe com Atualização sobre a investigação de casos notificados e confirmados de febre amarela silvestre, Minas Gerais, 2017 (atualizado em 17/03).

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Faça seu comentário