ECDC : informações atualizadas sobre a transmissão da febre amarela no Brasil

O ECDC publica regularmente informações atualizadas sobre a atual transmissão da febre amarela ,para auxiliar na avaliação do risco para pessoas que planejam viajar para o Brasil.


 Distribuição dos casos de febre amarela confirmada por município, Brasil, 2017, até de 5 de abril de 2017




As autoridades brasileiras só relataram casos de febre amarela relacionados à transmissão silvestre em 2016 e 2017. No entanto, esse surto deve ser cuidadosamente monitorado, pois o estabelecimento de um ciclo urbano de febre amarela poderia potencialmente afetar rapidamente um grande número de pessoas. As pessoas da UE que viajam para áreas com risco de febre amarela na América do Sul devem ser informados da exposição potencial ao vírus da febre amarela e uma análise de risco individual deve ser realizada durante a consulta médica de pré-viagem. 


A avaliação rápida dos riscos inclui opções de resposta para os Estados-Membros da UE. 


Nomeadamente, isto inclui aconselhamento aos cidadãos da UE que viajam ou vivem em áreas onde há evidências de transmissão periódica ou persistente do vírus da febre amarela, especialmente nas regiões afetadas pela epidemia. É aconselhável estar ciente do risco de febre amarela em áreas endêmicas em toda a América do Sul, incluindo Estados recentemente afetados no Brasil (Minas Gerais, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro e São Paulo) e verificar o status de vacinação e vacinar se necessário.

Editado eTraduzido
Blog AR NEWS
 Se copiar é obrigatório citar o link da postagem

Fonte

ECDC : informações atualizadas sobre a atual transmissão da febre amarela no Brasil -   Rating: 3 out of 5 -  Blog AR NEWS   

Comentários