Estranha doença atinge a Libéria ; Amostras de sangue foram enviadas para o CDC

As pessoas infectadas com a doença "estranha" apresentaram sintomas de dor de estômago intensa, vômitos, diarréia, febre e dores de cabeça, disse o Dr. Francis Kateh. 


Monróvia

A eclosão do que as autoridades médicas consideraram como uma "doença estranha" em Greenville, no sudeste da Libéria, no condado de Sinoe, teria levado a vida de onze pessoas e várias que estão sendo colocadas em quarentena em um local não revelado. 


De acordo com as autoridades sanitárias da Monróvia, as pessoas infectadas com a doença "estranha" apresentaram sintomas de dor de estômago intensa, vômitos, diarréia, febre e dores de cabeça, disse o Dr. Francis Kateh. 

Os testes iniciais mostraram que a doença não era Ebola, disse o Dr. Francis Kateh, Diretor Médico durante uma entrevista recentemente com repórteres na capital Monrovia. 

A Libéria, assim como a vizinha Guiné e a Serra Leoa, foram os três países mais afetados por um surto de Ebola, que matou mais de 11 000 pessoas entre Dezembro de 2013 e meados de 2016. 

Amostras de sangue foram enviadas para análise aos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) nos Estados Unidos, disse Kateh. 

As autoridades de saúde foram informadas da doença desconhecida em 25 de abril, quando várias pessoas morreram no sudeste do condado de Sinoe. 

Os médicos suspeitam que ela é transmitida através do contato corporal. 
A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse que enviou equipes de resposta rápida à área para ajudar os funcionários de saúde da Libéria com apoio técnico e logístico.


Editado e Traduzido
Se copiar é obrigatório citar a fonte
Do original e o link do blog ALAGOAS REAL

História Fonte

http://gnnliberia.com/2017/04/29/29618/


Estranha doença atinge a Libéria ; Amostras de sangue foram enviadas para o CDC Reviewed by Mário Augusto on 29 Abril de 2017 . As pessoas infectadas com a doença "estranha" apresentaram sintomas de dor de estômago intensa, vômitos, diarréia, febre e dores de cabeça, disse o Dr. Francis Kateh. Autoridades de saúde da Libéria estão tomando medidas de vigilância em saúde pública "no sudeste da Libéria, no condado de Sinoe, teria levado a vida de onze pessoas e várias que estão sendo colocadas em quarentena em um local não revelado. ", . Rating: 1,5

Comentários