4/21/2017

Médico cubano fazia parte de uma rede de tráfico de pessoas


Sua história de 'sucesso' foi o suficiente para iludir inúmeras pessoas com suas promessas. Mas Dr. Burrel foi apenas um peão dentro de uma teia complexa de que faziam parte, entre outros, um político, um secretário e um funcionário da Migração Colômbia.



Um médico cubano fazia parte de uma rede de tráfico de migrantes que foi desmantelada pela polícia Colombiana. O médico que trabalhava como cirurgião em duas clínicas em Bogotá se dedicava ao contato com pessoas dispostas a emigrar para a Colômbia e depois  para os Estados Unidos.De acordo com testemunhas que colaboraram com os promotores para parar o negócio ilegal, este personagem era conhecido como Dr. Burrel.


Esta pessoa narrou a maneira em que supostamente tinha obtido a nacionalidade Colombiana sem maiores problemas e como conseguiu homologar seus títulos. Uma história projetada em atrair as pessoas e o dinheiro delas em troca de ajuda.Exigiam dos migrantes 18 milhões de pesos colombianos (6.200 dólares), para a realização do processo que lhes permitiriam tornarem-se cidadãos Colombianos. Supostamente o valor cobrado era para as transferências, hospedagens e processamento de cartões de identificação e passaportes.


Uma vez que o Dr. Burrel doutrinava os migrantes nas questões elementares, tais como : aprender a temática nacional, reconhecer personagens do país, ele entregava documentos falsos para a retirada de um passaporte para o Panamá. Acredita-se que cerca de aproximadamente 350 Cubanos foram enganados pelo médico.

A polícia e a Promotoria Colombiana desmantelaram uma rede de tráfico de migrantes cubanos


Onze colombianos, incluindo um secretário municipal, um oficial da imigração e um suposto presidente indigenista líder de uma ONG, juntamente com seis venezuelanos foram presos por fazer parte da rede. Sobre o Dr. Burrel foi emitido um mandado de prisão, mas ele morreu antes de ser preso pelas autoridades para responder por seus crimes.




Traduzido e Editado
Se copiar é obrigatório citar o link do Blog AR NEWS


História Fonte
Com informações do El Espectador e a Polícia Metropolitana de Bogotá

http://www.elespectador.com/noticias/judicial/el-medico-cubano-que-tramitaba-cuidadanias-colombianas-desde-su-consultorio-articulo-689967

Médico cubano fazia parte de uma rede de tráfico de pessoas -   Rating: 5 out of 10

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Faça seu comentário