ECDC: nova avaliação de risco rápido - surto de Ebola em Bas Uele, RDC

ECDC -Centro Europeu de Controle e prevenção de Doenças


Após a oitava eclosão da doença do vírus Ebola na República Democrática do Congo (RDC) desde a descoberta do vírus em 1976, o ECDC publicou uma nova avaliação de risco rápido. Estão em curso investigações na RDC para avaliar a extensão do surto na província de Bas Uele. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e os seus parceiros da Rede Mundial de Alerta e Resposta ao surto (GOARN) estão apoiando as autoridades nacionais de saúde . O foco está em uma área extremamente remota, o que limita o risco de transmissão e propagação para áreas vizinhas. 

Em 9 de Maio de 2017, as autoridades sanitárias da República Democrática do Congo declararam um surto na Zona de Saúde de Likati, província de Bas Uele, no norte do país, na fronteira com a República Centro-Africana. De acordo com a OMS, foram identificados onze casos, incluindo três óbitos. A mídia está relatando 19 casos suspeitos no total. 

Para os cidadãos da União Europeia / Espaço Económico Europeu (UE / EEE) residentes ou em viagem pela RDC, o risco de exposição é negligenciável. Para as pessoas que entram na área afetada, como trabalhadores de saúde que apoiam a resposta ao surto, o risco de infecção continua muito baixo, supondo que eles sigam as precauções recomendadas. 

O risco de introdução na UE estaria provavelmente relacionado com um viajante infectado proveniente da área afetada. Embora isto seja mais improvável, dada a localização remota do surto, não pode ser excluída. O risco global de introdução e propagação do vírus Ebola na UE / EEE é atualmente considerado extremamente baixo.


Editado e Traduzido
Se copiar é obrigatório citar o link do blog AR NEWS
Fonte:ECDC

ECDC: nova avaliação de risco rápido - surto de Ebola em Bas Uele, RDC OMS Mário Augusto on 18 maio . ECDC -Centro Europeu de Controle e prevenção de Doenças Em 9 de Maio de 2017, as autoridades sanitárias da República Democrática do Congo declararam um surto na Zona de Saúde de Likati, província de Bas Uele, no norte do país, na fronteira com a República Centro-Africana. 1,5 out of 5 based on 2 ratings.

Comentários