As estatísticas de saúde eram adulteradas,dizem médicos Cubanos

Médicos cubanos disseram que são forçados a mentir


Dois médicos cubanos que abandonaram a sua "missão estrangeira", asseguram que o governo Cubano obriga os médicos a adulterarem as estatísticas. Ambos os profissionais de saúde escaparam da missão que cumpriam na Venezuela.

" Fui totalmente enganada na missão médica Cubana na Venezuela , porque não era o que eu esperava : As péssimas condições de trabalho,  de vida e a mentira que consistia a missão, em relação ao verdadeiro propósito de estarmos lá ", disse a Dra. Yanisley Félix.



Roldán Machado, também um médico que deixou seu trabalho na Venezuela, narrou as condições precárias em que trabalhavam no país Sul-Americano.


"As condições na Venezuela,são precárias, como todos conhecemos, além das mentiras que nos ditam lá. Eles nos obrigam a mentir sobre internações hospitalares, a fim de que com essas estatísticas,eles e [o governo] possam em seguida, dizer ao mundo sobre as proezas da Medicina Cubana ", disse Machado.


 Médicos Cubanos

Ambos os profissionais cruzaram a fronteira para a Colômbia em outubro de 2016, onde foram recebidos pela embaixada dos EUA através do programa 'parole' para médicos cubanos, antes de ser extinto pelo ex-presidente Barack Obama .



Fonte:
Médicos cubanos revelan que el Gobierno castrista les obliga a manipular estadísticas
https://www.cubanet.org/facebook/medicos-cubanos-llegados-miami-confirman-que-se-les-obligaba-manipular-cifras/


As estatísticas de saúde eram adulteradas,dizem médicos Cubanos Reviewed by Mário Augusto on 26 Abril . Governo dos Castro obriga os médicos a mentirem sobre os atendimentos médicos As condições na Venezuela,são precárias- Eles nos obrigam a mentir sobre internações hospitalares . Rating: 2

Comentários