Falta quase tudo na saúde de Maceió , diz SINMED de Alagoas

SINMED


Falta tudo 


Segundo dados apresentados terça-feira na prestação de contas feita pela Secretaria de Saúde de Maceió durante audiência pública na Câmara de Vereadores, referentes ao primeiro quadrimestre de 2017, o município investe em média R$ 14 milhões com a saúde pública.

Os gestores acham muito, já a população acha o valor insuficiente, afinal, nos postos falta quase tudo, basta dizer que não tem sequer receituário, imagine medicação, prontuário eletrônico, e consultórios adequado - a maioria funciona em espaço improvisado, cheio de goteiras e de mofo.

EDITADO
SE COPIAR É OBRIGATÒRIO CITAR O LINK DO BLOG AR NEWS
Fonte:  SINMED coluna  ,domingo 25 de junho no jornal GA

Comentários