Brasil: Febre amarela mata centenas de pessoas nos últimos 10 meses

Brasil: Febre amarela mata centenas de pessoas nos últimos 10 meses

Ministério da Saúde confirmou pelo menos 331 mortes desde julho do ano passado

Quadro clínico da Febre Amarela
Quadro clínico da Febre Amarela


De acordo com um comunicado do ministério da saúde, o Brasil confirmou mais de 1.127 casos e registrou pelo menos 331 mortes pela doença desde o último verão.

O estado de Minas Gerais, no sudeste, é a área mais afetada, com 152 pessoas mortas 

Em São Paulo, foram notificados 453 casos confirmados e 114 pessoas morreram. No Rio de Janeiro, 63 pessoas morreram, disse o ministério.

Autoridades de saúde haviam anunciado no ano passado uma campanha de vacinação em massa como precaução em meio ao surto. A campanha está prevista para terminar em 2019.

Os sintomas usuais incluem febre, dor muscular, dor nas costas, dor de cabeça, perda de apetite e náusea ou vômito, com a maioria dos pacientes melhorando dentro de três a quatro dias.

Em casos graves, no entanto, febre alta retorna dentro de um dia após o desaparecimento dos sintomas , de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"O paciente desenvolve rapidamente icterícia e se queixa de dor abdominal com vômitos. O sangramento pode ocorrer na boca, nariz, olhos ou estômago.

"Uma vez que isso acontece, o sangue aparece no vômito e nas fezes. A função renal se deteriora. Metade dos pacientes que entram na fase tóxica morrem dentro de 10 a 14 dias, o restante se recupera sem dano significativo ao órgão", diz a OMS.

Comentários

Recentes