Febre Amarela SP : Dos 397 casos autóctones, 146 evoluíram para o óbito, com letalidade de 36,8%


Figura 1. Distribuição dos casos de Febre Amarela autóctones segundo município de infecção. Estado de São Paulo, 2017-2018.



Febre Amarela SP : Dos 397 casos autóctones, 146 evoluíram para o óbito, com letalidade de 36,8%



Situação Epidemiológica Desde janeiro de 2017 foram reportados 1273 casos suspeitos de Febre Amarela, sendo 446 (35%) casos confirmados, com 397 (89%) casos autóctones e 45 (10,1%) importados 


Dos 397 casos autóctones, 146 evoluíram para o óbito, com letalidade de 36,8%. A maioria dos casos é do sexo masculino (82,4%) e a mediana da idade é de 42 anos (2 – 89 anos). Em relação à distribuição geográfica, no período de julho de 2017 até o momento, todos os casos ocorreram com local provável de infecção na Capital e em municípios do GVE Campinas, GVE de Osasco, GVE de Sorocaba, da Grande São Paulo, na baixada Santista e nos GVEs de Registro, São João da Boa Vista, São José dos Campos e Taubaté .

Confira o Boletim da Febre Amarela

Comentários

Recentes