Alagoas Real

Blog de notícias sobre saúde,medicina,enfermagem e cidadania

.

26 de julho de 2014

Hugo Carvajal : O General chavista, narcotraficante e torturador do governo de Nicolás Maduro

Carvajal serviu como chefe da Direção Geral de Inteligência Militar (DGIM).
(Foto:El Nacional)
O General Hugo Carvajal, que foi preso em Aruba, após uma operação do DEA e outras agências federais, também é acusado de ordenar a tortura física e psicológica contra presos políticos, denunciou a Organização Venezuela Awareness Foundation .






Conforme o Diario Las Américas, alguns dos casos de tortura foram relatados na Comissão Internacional de Direitos Humanos, em Washington. A ativista Patricia Andrade, diretora da Venezuela Awareness Foundation, informou que o tenente José Humberto Quintero Aguilar, quem está privado de sua liberdade desde 12 de janeiro de 2005, foi um dos presos políticos torturados por ordens Carvajal. Quintero Aguilar foi acusado de "traidor" da pátria. 


O mesmo jornal acrescenta que o militar foi atingido várias vezes depois de ser amarrado a uma cadeira com as mãos para trás. Eles também colocaram um saco plástico sobre a cabeça para causar asfixia mecânica e foi espancado com golpes no estômago. Estes ataques provocaram lesões nas costas e no peito, de acordo com o relatório médico apresentado ao Comitê. 

A Desorientação de tempo e espaço foi outra das técnicas aprovadas pelo "ex- homem forte da inteligência chavista." Os documentos da Venezuela Awareness Foundation mostram que os presos políticos eram despojados de seus relógios, e trocavam o horário do fornecimento de comida," tudo para tornar os detentos vulneráveis e forjar seus testemunhos."

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 

El general Hugo Carvajal ordenó torturar presos políticos en Venezuela


Leia mais...

Aruba reforça segurança para evitar tentativa de resgate do general narcotraficante da Venezuela

Ele é acusado de tráfico de cocaína 
juntamente com o Colombiano (a) Jabon 


 ■Um dos primeiros a sair para defender Carvajal foi o presidente Nicolas Maduro. "Qual é o plano de fundo do tema?

■ Hugo Carvajal aguarda extradição para os EUA. 

■Foi acusado pelo Tribunal da Flórida em 2013 de facilitar o tráfico e venda de cocaína. 

■ "A imunidade não foi demonstrada," disse o chefe da promotoria de Aruba, Meter Blanden. 

■ Por medo de uma tentativa de resgate organizada pelos cubanos, a polícia de Aruba reforçou a chefatura Macuarima, onde o general está detido.

Imagem da delegacia de polícia na ilha de Aruba, onde Hugo Carvajal está detido



Seu nome fazia tremer os funcionários pelos corredores do Palácio Miraflores. Neste momento, há muitos que tentam se afastar de Hugo Carvajal Barrios, o general venezuelano que foi preso em Aruba-nação localizada em uma ilha a 25 Km da costa da Venezuela e ex-colônia da Holanda, e está sob custódia da agência anti-narcóticos dos EUA,( Drug Enforcement Agency, DEA). Carvajal havia chegado a Aruba, após ter sido nomeado cônsul, embora o governo holandês tenha rejeitado esta nomeação por causa de acusações contra ele. 

Apelidado de 'El Pollo', o ex-chefe de inteligência é, possivelmente, um dos homens que mais segredos conhece dentro do chavismo. Os parceiros e cúmplices de outros países da região, como Equador, Colômbia, Argentina, Bolívia e Cuba, também dispararam os sinais de alerta para as consequências de uma confissão do militar que poderia acarretar a eles.


Segundo a acusação, Carvajal formava parte de uma rede militar que foi fundamental para tecer relações com o narcotráfico colombiano , as FARC e posterior distribuição, vendas e lavagem de dinheiro com essa atividade ilegal.


Um documento que tive acesso ontem,a Efe assegura que Carvajal está acusado de fazer negócios com o narcotraficante de drogas colombiano Wilber Varela, que morreu em 2008. 


Especificamente, foi indiciado em maio 2013 por um júri na Flórida por ter recebido dinheiro de Varela, cabeça de uma facção de dissidentes do cartel Norte del Valle, para "assistir" o narcotraficante em "suas operações de tráfico de drogas." Segundo a acusação, Carvajal e outros altos comandantes venezuelanos de altas patentes-centenas de generais 'cuidaram' deste grupo de traficantes de drogas 'permitindo a exportação de cocaína da Venezuela fornecendo irrestrita proteção "para evitar a captura e informando-os sobre as atividades realizadas pelas autoridades militares e policiais. 


Um dos primeiros a sair para defender Carvajal foi o presidente Nicolas Maduro. "Qual é o plano de fundo do tema? Eles estão cobrando ao 'Pollo' sua lealdade com o comandante (Hugo) Chávez,disse Maduro, que descreveu a prisão como "sequestro" e anunciou que vai defender "com toda a força do Estado venezuelano". O presidente enviou ontem para Aruba um grupo de juristas para tentar libertar o militar. 


Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 
Leia mais...

Cuba : Mais de mil pacientes com dengue alojados na universidade de Camagüey

A situação da dengue e seu aliado fatal a cólera é extremamente preocupante por causa do aumento da insalubridade local associada a péssima qualidade de vida dos Cubanos. 


Na Universidade de Ciências Médicas "Carlos J. Finlay" na província de Camagüey  mais de mil pessoas estão alojadas com dengue hemorrágica, no que tem sido chamado de "depósito temporário" de pacientes colocados em salas de aula e albergues nesta instituição de educação. 

De acordo com uma fonte anônima, no dia de ontem (24 de julho) o número de pacientes neste recinto ultrapassava mil pessoas. 


Além disso existe um  crescente descontentamento de familiares e amigos que frequentam a Universidade de Medicina para visitar os seus entes queridos, quando os responsáveis ​​pelo setor informam que somente é permitido a entrada de água e refrigerantes comprados em lojas que vendem seus produtos em divisas ( moeda nacional equivalente ao dólar). 


A situação da dengue e seu aliado fatal, a cólera é extremamente preocupante por causa do aumento da insalubridade, acoplada a péssima qualidade de vida. 

Bairros como Saratoga ficaram mais de 72 horas sem receber o abastecimento de água potável, de modo que seus habitantes tinham de obter o precioso líquido a partir de poços contaminados com fezes.


Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 

Más de un millar de enfermos con dengue albergados en universidad de Camagüey
Leia mais...

Governo dos Castro distribui carne de porco podre para os Cubanos

A empresa de Gastronomia e serviços da cidade santaclareña transporta para os centros gastronômicos carne de porco em carroças puxadas por cavalos, sem proteção higiênica, disse a esta repórter a Sra. Maria Luisa Trimiño Mesa. 
Carroças transportam carne de porco em Santa Clara-foto cortesia do autor

Maria Luisa, que trabalha na área comercial El Sandino afirmou que as carnes vêm descobertas, mosqueadas e com falta de refrigeração. 

Ele também disse que os consumidores, por vezes, rejeitam, pelo cheiro e cor esverdeada que elas se encontram e acabam pagando aos particulares, mais caro,porém de melhor qualidade e higiene. 

De acordo com Irma Chirino dias, empregada do setor de Gourmet, a empresa tem poucos carros para a distribuição de alimentos. Estes veículos são usados ​​também para a aquisição de bens fora do município. 

Autoridades da Província e do Ministério de saúde pública têm proibido a venda de carne de porco, peixe e outros alimentos para os particulares,devido as infestações de cólera que existem na região.

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar o Blog Alagoas Real e a fonte
Do artigo original 

Gobierno distribuye carne de cerdo podrida
Leia mais...

25 de julho de 2014

Uncisal ainda nega aposentadorias especiais



A Uncisal ainda insiste em não reconhecer a decisão do Supremo Tribunal Federal que assegura o direito dos médicos à aposentadoria especial, após 25 anos de serviço. Os requerimentos apresentados por servidores da fundação que se enquadram na decisão do Supremo continuam sendo negados.

Da mesma forma, continuam sendo negados os insistentes pedidos de audiência do Sinmed com a reitora Rosangela Fernandes, para discutir o assunto. O Sinmed entrou com nova ação junto ao Supremo pedido providências contra o Governo do Estado e a Uncisal, por não estarem acatando a decisão do Tribunal.



Atalaia faz acordo para pagar atrasados

Os minguados salários dos médicos de Atalaia, atrasados há dois meses, deverão ser pagos nos próximos dias, caso a Prefeitura e Secretaria Municipal de Saúde honrem o compromisso firmado com o Sinmed na semana passada. A reunião entre a gestora da saúde no município e o Sindicato aconteceu depois que a categoria ameaçou paralisar as atividades.

Os médicos de Atalaia ganham menos que os profissionais do Programa Mais Médicos. Mesmo pagando pouco, a Prefeitura costuma atrasar o pagamento, fato que tem motivado a crescente insatisfação da categoria.

A expectativa do Sinmed é de que o acordo firmado na reunião seja honrado da forma como foi negociado.



Cesmac inicia curso de Medicina

O Sinmed compareceu, como convidado de honra, à aula inaugural do curso de Medicina no Cesmac. O novo curso surge como uma opção para formar médicos alagoanos para Alagoas, depois que a Ufal abriu todas as suas vagas para o resto do Brasil, através do Enem, dificultando o acesso de estudantes do próprio Estado.

A estrutura e o corpo docente do curso médico do Cesmac dão a certeza de que de lá sairão bons médicos. O Sinmed parabeniza à Diretoria do Centro Universitário Cesmac e deseja sucesso com a nova graduação.
Leia mais...

Gestores devem assinar TAC do MPF/AL




Os secretários municipais de saúde até que tentaram, mas os argumentos das entidades representativas dos profissionais de saúde eram coerentes e convenceram. Quem deve assinar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) para o cumprimento da carga horária de 40 horas semanais no PSF é o gestor municipal. O Termo prevê multa pelo descumprimento do acordo, e os gestores queriam usar a multa como forma de pressionar os profissionais a cumprirem a carga horária.

O TAC é um compromisso entre a Prefeitura e o MPF, cabendo à primeira a multa em caso de descumprimento. Ao servidor, o gestor municipal pode impor sanções como falta com desconto no salário e até processo administrativo, que pode culminar em demissão. Ou seja: o acordo do gestor com o Ministério Público é uma coisa; a relação do município com seus servidores é outra bem diferente, e não dá para misturar as duas coisas.

Para cumprir com sua parte no acordo e não pagar multa basta que os gestores incentivem, da forma certa, os servidores a cumprirem as 40 horas semanais. Não tem segredo: salário compatível, que remunere dignamente a carga horária; condições de trabalho; e legalização da relação trabalhista – concurso público para acabar com a precarização do vínculo trabalhista, que na maioria dos municípios consiste num acordo verbal, em que o trabalhador não tem direito a férias, 13º salário e nem benefícios previdenciários.

No caso dos médicos, a remuneração digna que pode credenciar os gestores a exigirem cumprimento das 40 horas semanais do PSF está prevista na mesma legislação que criou o programa e estabeleceu essa carga horária: equivale a 30 salários mínimos. Ou seja: R$ 21.720,00 brutos, valor muito distante daqueles valores que as prefeituras pagam atualmente. Para se ter uma ideia, tem prefeitura em Alagoas que paga R$ 7.200,00 a um médico do PSF e ainda vive atrasado o pagamento dos salários, chegando a deixar os profissionais sem receber por mais de dois meses seguidos. Situação absurda e que deveria envergonhar o gestor que faz isso.

O bom é que o resultado da audiência foi positivo, a procuradora entendeu esses argumentos e os médicos e demais integrantes das equipes não terão que assinar o TAC. O assunto vai ser discutido entre gestores e MPF. A procuradora Niédja Káspary disse que trabalha com denúncias e que a ação do MPF visa atender aos interesses da população. O Sinmed entende e reconhece que o Ministério Público Federal tem atuado com veemência em defesa da sociedade, principalmente nos assuntos relacionados à saúde. O Sindicato já fez denúncias que estão sendo apuradas pelos procuradores da República e ficou de encaminhar nos próximos dias outras denúncias graves sobre o setor.
Leia mais...