quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Anvisa alerta sobre presença de fungo no produto probiótico ABC Dophilus Powder


ABC Dophilus Powder

A Anvisa alerta os consumidores sobre a constatação da presença do fungo Rhizopus oryzaeno probiótico ABC Dophilus Powder, fabricado pela empresa norte-americana Solgar Inc. O produto não apresenta registro sanitário no Brasil, mas, eventualmente, pode ter sido importado para uso pessoal.

A Gerência-Geral de Alimentos da Anvisa recebeu uma notificação emitida pela Autoridade de Segurança Alimentar da Irlanda (FSA) sobre recall do produto ABC Dophilus Powder 49,6g, fabricado pela empresa norte-americana Solgar Inc. de Leonia, New Jersey.


O motivo do recall foi a detecção do fungo Rhizopus oryzae nos lotes 074024-01R1, 074024-01 e 074024-02 do produto, todos com data de validade referente a julho/2015. A situação dos outros lotes é desconhecida. O fungo Rhizopus oryzae pode provocar uma rara infecção, principalmente em crianças prematuras ou que apresentem o sistema imunológico debilitado. Esta rara infecção também pode ocorrer em pessoas que apresentam diabetes não controlado, câncer, problemas cutâneos, entre outros. Nos EUA, houve um caso de óbito de criança prematura que fazia o uso do referido produto como parte do tratamento.


O produto ABC Dophilus Powder é um probiótico formulado com B Lactis, S thermophilus e L rhamnosus, e não se encontra registrado no Brasil.


Apesar de ter sido distribuído somente para os EUA, Reino Unido e Israel, o produto estava disponível para compra pela internet. Por se tratar de um produto comercializado internacionalmente por meio de uma ampla gama de canais de distribuição, a Anvisa recomenda aos consumidores brasileiros que não façam o uso do produto Solgar ABC Dophilus Powder 49,6g.


Mais informações podem ser encontradas em:
Leia Mais ►

“Félix Báez” ressoa como uma campanha midiática de Cuba

Entra em jogo o filho do médico cubano infectado com Ebola e enviado a Genebra para  tratamento e recuperação.




A máquina de propaganda do regime em Havana nunca descansa. Agora está focada em seu desejado levantamento do embargo dos Estados Unidos e da aliança com este país para enfrentar o Ebola, na África Ocidental.

Médicos cubanos são treinados com bonecos no Instituto de Medicina Tropical para combater o Ebola na África.
Ela já conseguiu que a mídia internacional mostrasse Cuba como  exemplo na colaboração internacional contra a pandemia. Entre esses meios,o El País, um jornal tão influente no mundo hispânico intitulou: "Cuba se coloca na linha da frente na luta contra o Ebola".


O leitor pouco informado poderia pensar que é um mérito  um país tão pequeno, e com tão poucos recursos, consiga enviar equipes de médicos para países afetados em igualdade a nações tão poderosas como o próprio Estados Unidos. O filão do vinho caiu como luva na mão do presidente Raúl Castro, ocupado na busca de uma aproximação diplomática com o seu vizinho do norte, sem ao menos ter dentro da própria ilha sinais de melhoria dos direitos humanos e de um respeito a seus dissidentes.


Pelas manobras que começaram nos últimos meses, parece que o tempo está se esgotando para o  regime de Havana. Sem sequer insinuar a saída para o caso de Alan Gross, um empreiteiro norte-americano preso em Cuba, e com a campanha por seus espiões presos nos Estados Unidos esgotada, agora o Ebola, questão muito sensível,  vem para o governo como anel no dedo.



O que não disse a imprensa  tão influente como o El País, ou pelo menos não relacionou com  louvor o envio de médicos cubanos para a África ,é que na ilha os profissionais de saúde  não se alistam voluntariamente, mas sob coação, subliminar ou expressa.


Primeiro foi a notícia do envio de médicos cubanos  para Serra Leoa, Guiné e Libéria. Agora, o contágio de um dos seus enviados, precisamente um profissional que tem servido ao governo como suporte contra a dissidência interna.


Os nomes dos primeiros infectados com Ebola fizeram eco na imprensa mundial. Sem olhar em demasia, vem à mente o caso da enfermeira espanhola Teresa Romero, já recuperada e em casa. Como o governo cubano poderia perder essa oportunidade e não ter um nome próprio reverberando nas redes de informação?Ele  não perdeu, e já o tem.

Embora pareça cruel e incompreensível,não seria muito tolo em pensar que para o regime de Castro é conveniente o contágio com ebola de um dos seus médicos . Dr. Felix Baez passou à categoria de herói e seu nome logo alcançou as grandes manchetes na imprensa oficial. Talvez, como tem sido o costume em Cuba,  poderiam inaugurar uma escola ou qualquer centro público usando o seu nome.

É um jogo político tão antigo quanto a história dessa ditadura. Hoje, os comunicadores do regime começaram a informar nas redes sociais sobre a carta do filho do médico com ebola,chamado de  Alejandro  que foi devidamente publicada pelo site da internet Castrista CubaDebate.



Já aconteceu com Elián, a criança barqueiro. Em seguida, aconteceu o inverso: o pai falou ao mundo ao lado do governo de Havana.


Agora, a mesa está posta novamente para degustação. Resta saber se haverá ou não repatriação do  médico. Por enquanto, ele foi enviado a Genebra, Suíça, em avião dos EUA.

Editado e traduzido pelo Blog Alagoas Real.
Se copiar é obrigatório citar a fonte original,e o Blog Alagoas Real,com seus links anexos!
“Félix Báez” suena a campaña mediática

Jorge Ignacio Pérez
Leia Mais ►

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Intercambistas do Mais Médicos não têm autorização legal para a prática de atos médicos fora do âmbito do Programa

Intercambistas do Mais Médicos não têm  autorização legal para a prática de atos médicos fora do âmbito do Programa


DESPACHO SEJUR N.º 343/2014
(Aprovado em Reunião de Diretoria em 23/09/2014)
Expediente nº: 7442/2014


Assunto: Documento da Coordenação Geral de Perícias Médicas da Previdência Social.
Documento produzido por médicos intercambistas.


Relatório.
Trata-se de ofício nº 224/14, do Presidente do CREMERJ, no qual encaminha “documento da Coordenação Geral de Perícias Médicas da Previdência Social, onde é ratificado o entendimento da Diretoria de Benefícios de que o documento médico produzidopor médicos intercambistas, assim como estabelecidos na Lei nº 12.871/13, possa ser aceito para fins de cumprimento das Ações Civis Públicas.”

A Presidência do CREMERJ anexa ao seu ofício parecer da Comissão Disciplinadora de Pareceres do CREMERJ e pede providências do CFM. O senhor Presidente do CFM solicita do SEJUR análise e parecer.


Análise Jurídica.

Iniciamos destacando a redação do art. 16 e seus parágrafos da Lei 12.871/2013: Art. 16. O médico intercambista exercerá a Medicina exclusivamente no âmbito das atividades de ensino, pesquisa e extensão do Projeto Mais Médicos para o Brasil, dispensada, para tal fim, nos 3 (três) primeiros anos de participação, a revalidação de seu diploma nos termos do § 2º do art. 48 da Lei nº 9.394, de 20 de
dezembro de 1996. (Vide Decreto nº 8.126, de 2013)

§ 1º (VETADO).
§ 2º A participação do médico intercambista no Projeto Mais Médicos para o Brasil, atestada pela coordenação do Projeto, é condição necessária e suficiente para o exercício da Medicina no âmbito do Projeto Mais Médicos para o Brasil, não sendo aplicável o art. 17 da Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957.
§ 3º O Ministério da Saúde emitirá número de registro único para cada médico intercambista participante do Projeto Mais Médicos para o Brasil e a respectiva carteira de identificação, que o habilitará para o exercício da Medicina nos termos do § 2º.
§ 4º A coordenação do Projeto comunicará ao Conselho Regional de Medicina (CRM) que jurisdicionar na área de atuação a relação de médicos intercambistas participantes do Projeto Mais Médicos para o Brasil e os respectivos números de registro único. § 5º O médico intercambista estará sujeito à fiscalização pelo CRM (gn).



Da leitura dos dispositivos legais acima transcritos, tem-se que a prática da medicina pelos participantes do Programa Mais Médicos, mediante o Registro Único no Ministério da Saúde (RMS), está limitada ao âmbito do Programa instituído pela lei de referência.
Assim também dispõe o art. 2º do Decreto 8.126/2013, in verbis: “O médico intercambista exercerá a medicina exclusivamente no âmbito do Projeto Mais Médicos para o Brasil, na forma do disposto no art. 16 da Lei nº 12.871, de 2013”.

Diante desta quadra normativa, verifica-se que o citado documento da Coordenação Geral de Perícias Médicas da Previdência Social, que ratifica o entendimento da Diretoria de Benefícios de que “o documento médico produzido por médicos intercambistas, assim estabelecidos pela Lei nº 12.871/13, possa ser aceito para fins de cumprimento das referidas ACP’s” não encontra amparo legal.

É sempre importante registrar que na esteira da Lei 12.871/2013, mais precisamente com estofo no §5º do seu art. 16, cabe aos CRM’s fiscalizar se os atos praticados pelos integrantes do Mais Médicos estão efetivamente adstritos ao âmbito do respectivo Programa.


Conclusão.

O SEJUR corrobora o entendimento segundo o qual “documentos como atestado médico, declaração de óbito, prescrição de medicamentos e solicitação de exames devem ser assinados por médico, devidamente habilitado e registrado no Conselho de Medicina da jurisdição onde atua.”

Por outro lado, os intercambistas participantes do Programa Mais Médicos não têm autorização legal para a prática de atos médicos fora do âmbito do Programa. Em especial na ausência de um médico supervisor.

É o que nos parece, s.m.j.
Brasília-DF, 19 de setembro de 2014.
Antonio Carlos Nunes de Oliveira
Assessor Jurídico
De acordo:
José Alejandro Bullón

Chefe do SEJUR

SGAS 915 Lote 72 | CEP: 70390-150 | Brasília-DF | FONE: (61) 3445 5900 | FAX: (61) 3346 0231| http://www.portalmedico.org.br
Leia Mais ►

domingo, 23 de novembro de 2014

A 100 km de Maceió tem início a área pestígena de Alagoas

A peste foi introduzida no Brasil em 1899 pelo porto de Santos-SP, e os primeiros casos ocorreram em outubro, devidamente documentados por Vital Brasil e Oswaldo Cruz.

Foco de Peste do Agreste: Chapada da Borborema, estendendo-se do Rio Grande do Norte a Alagoas
Agreste : Área Pestígena  de Alagoas - Manual de Vigilância e Controle da Peste
Alagoas : Área Pestígena



Portos de entrada da Peste no Brasil em 1899  a 1914
Portos de entrada da Peste no Brasil em 1899  a 1914


A peste foi introduzida no Brasil em 1899 pelo porto de Santos-SP, e os primeiros casos ocorreram em outubro, devidamente documentados por Vital Brasil e Oswaldo Cruz. A partir daí, a zoonose disseminou-se pelo país: portos do Rio de Janeiro e de Fortaleza, em 1900; de Pernambuco e do Rio Grande do Sul, em 1902; do Pará e Maranhão, em 1903; da Bahia, em 1904; do Paraná, Espírito Santo e Sergipe, em 1906; da Paraíba, em 1912 e de Alagoas, em 1914, pelo sertão
Mapa da peste no Brasil
Mapa da peste no Brasil

Manual completo aqui

Fonte:MS


Veja também:


alagoasreal.blogspot.com/.../peste-alagoas-area-de-foco-natural.html
24 maio 2011 ... A peste continua sendo um risco potencial em diversas partes do mundo, devido à persistência da infecção em roedores silvestres e ao seu ...


Leia Mais ►

Surto de peste em Madagascar chegou à capital

Os ratos e o lixo são uma visão comum ao longo das ruas de Antananarivo


Os ratos e o lixo são uma visão comum ao longo das ruas de Antananarivo



Pelo menos 119 pessoas foram acometidas por um surto de peste e 40 já morreram em Madagascar,conforme relato da Organização Mundial de Saúde me 21 de novembro de 2014.

O surto começou em agosto, em uma aldeia rural, disse a OMS. Em seguida, ele se espalhou para sete das 22 regiões de Madagascar. Dois casos ocorreram na capital do país,Antananarivo.

"Há agora um risco de uma rápida propagação da doença, devido à alta densidade populacional da cidade e do precário sistema de saúde".


A praga não é novidade para Madagascar. A doença reapareceu no país na década de 1990. E agora Madagascar relata mais casos do que qualquer outro país - cerca de 300 a 600 a cada ano.

As pessoas pegam a bactéria da peste - Yersinia pestis - de pulgas que vivem em roedores. Assim, a doença se desenvolve em cidades com falta de saneamento.

Depois de um golpe de Estado em 2009, os sistemas de saúde e de saneamento de Antananarivo desabaram, Aaron Ross escreveu no site do Centro Pulitzer em janeiro. "O lixo demora semanas, até meses, para ser recolhido e ratos se tornaram uma visão comum ao longo das vielas estreitas em torno de encostas íngremes da cidade", escreveu Ross.


Sinais e Sintomas 
O aparecimento de  gânglios linfáticos grandes e inchados. Esta forma da doença é chamada peste bubônica. E não é muito contagiosa.

Quando a infecção se desloca para os pulmões, ela é chamada de peste pneumônica, um quadro que é mais perigoso. Nessa forma ela mata rapidamente, e se espalha de pessoa para pessoa através da tosse.

No surto atual, até agora, apenas 2 por cento dos casos são pneumônica, diz OMS.

Ambas as formas de peste são facilmente curadas com antibióticos quando a doença é detectada precocemente.
Leia Mais ►

sábado, 22 de novembro de 2014

Hoje faz 1462 dias do assassinato de José Alexystaine Laurindo ( Taine)

Tenho absoluta certeza que não existe nada melhor para a alma , do que amar o seu irmão ofertando diuturnamente essa riqueza que está dentro de nós,pois só assim a vida terá o seu verdadeiro significado em existir. A família é, e sempre será, a nossa maior fonte de riqueza cultural,moral e espiritual! Há mortos em vida e vida em mortos,e o que faz a diferença é a recordação ou o esquecimento diário daqueles que amamos. Dedico a postagem In memoriam de José Alexystaine ,o filho amado de Odilon Rios e Ana Cláudia laurindo 
 Mário Augusto

"A tentação do poder é muito grande. Eu não gostaria de estar no lugar de nenhum deles. A omissão de quem pode e não auxilia o povo, é comparável a um crime que se pratica contra a comunidade inteira."
 Chico Xavier

  "Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso."Charles Chaplin
Leia Mais ►

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Clarividente previu em 2005 acidente aéreo (TAM) na Av. Paulista em 26/11/2014

Número de voo da TAM  muda no dia de acidente aéreo citado em premonição de Jucelino Nobrega
"E podemos ter outro acidente da TAM em 26/11/2014. Espero estar errado " Jucelino Nobrega ,em carta de 15 de junho de 2005

O Clarividente Jucelino Luz registrou em um cartório de São Paulo que em 26 de novembro o voo JJ3720 sairá de Congonhas em direção a Brasília, apresentará problemas em uma das turbinas e se chocará com um prédio na Avenida Paulista, perto do cruzamento com a Alameda Campinas.

Previsões para o mês de Novembro de 2014 
( Sonhos não são predestinações ....)

1- Grandes manifestações em São Paulo e em outras localidades do Brasil contra a reeleição de Dilma Rousseff, acaba causando conflitos em várias localidades do Brasil;
2- Grandes Manifestações na Argentina contra problemas na economia da Argentina e contra a atual presidente;
3- Novas Manifestações na Itália por estar enfrentando uma crise e falta de empregos;
4- Há uma possibilidade de um acidente aéreo na Av. Paulista, esperamos que seja retirado o voo antes da data das visões premonitórias 26/11/2014 ...;
5- Choque de trem vitima mais de 50 pessoas na Índia – próximo a Nova deli;
6- Terremoto de 6.0 atinge região do Japão e pode causar alguns danos materiais;
7- Nevasca atinge a Europa ,causando transtornos em algumas regiões de lá.;
8- Chuvas fortes atingem o Sul do País , deixando vítimas em Santa Catarina, Paraná e no Rio Grande do Sul;
9- Novos escândalos aparecem envolvendo Políticos brasileiros, podendo ainda mais esquentar as manifestações no Brasil;
10- Novos escândalos podem abalar a imagem do Vaticano na Itália, e fica o mistério do desaparecimento de uma jovem;
11- Em algumas regiões do Brasil, a estiagem continua a afetar muitas cidades do Brasil ; por outro lado, algumas regiões serão massacradas por tempestades;
12- Ataque a bomba no Iraque, faz dezenas de mortes próximo a Bagdá ;
13- Chuvas torrenciais atingem países escandinavos, podendo causar desmoronamentos de grandes rochas nas estradas da Noruega, Dinamarca e Suécia;
14- Fortes chuvas e ventos fortes atingem Portugal, podendo causar enchentes e mortes pelo país;
15- Na França , as chuvas causam enchentes e problemas em várias regiões;
16- Forte terremoto atinge a Itália, podendo causar problemas no país;
17- Na Turquia, uma queda de um prédio mata dezenas de pessoas próximo a Istambul;
18- Argentina, Paraguai e Uruguai são castigados por fortes chuvas e ventos destruidores, causando vítimas e danos em várias regiões;
19- Dengue Hemorrágica volta a vitimar várias pessoas no Nordeste , Sudeste e Norte do País (Brasil);
20- Na África, aumenta os casos de Ebola e pode atingir alguns países sul americanos;
21- No Quênia, aumenta a tensão e violência, vitimando dezenas de pessoas;
22- Terremoto muito forte atinge a Indonésia, podendo causar muitas vítimas no país;
23- Fortes chuvas atingem e causam destruição na Colômbia ,Honduras e México;
24- Forte terremoto atinge o Havaí e começa a complicar a situação de um Vulcão Kilauea;
25- Fortes Chuvas atingem o Rio de Janeiro e algumas áreas serranas ,causando enchentes, desmoronamentos, etc.;
26- Atentado a bomba na Espanha faz muitas vítimas em Madrid;
27- Nos EUA , novamente um jovem faz vários disparos contra colegas em uma Escola;
28- Atentado mata mais de 30 pessoas em Israel , podendo abrir novos conflitos;
29- Terremoto forte atingirá a Austrália - próximo a Nova Zelândia;
30- Fortes chuvas com ventos fortes atingem a China, Taiwan, Singapura e Hong Kong, causando vítimas e transtornos;
31- Um terremoto forte atinge Taiwan, podendo fazer muitas vítimas;
32- Acidente de ônibus pode vitimar 15 pessoas na Coréia do Sul 
33- Conforme já previsto chuvas fortes e um deslizamento no Sri Lanka, as chuvas continuam nesse mês podendo ainda causar muitas vítimas por lá;
34- Fortes chuvas atingem Lao, Tailãndia e Vietnam, podendo fazer muitas vítimas nesses países;
35- Epidemia de Dengue atinge Laos, India, e Vietnam, podendo causar muitas vítimas fatais.

Leia Mais ►

Mais Médicos : Intercambistas prejudicam doentes pobres,diz Sinmed Alagoas



A população atendida pelos intercambistas do programa federal Mais Médicos está condenada à morte sem assistência digna. Coisas absurdas continuam acontecendo, impunemente, em todo o País, sem que ninguém, nenhuma instituição ou entidade faça alguma coisa para denunciar os crimes cometidos e defender a população pobre.

De acordo com médicos que atuam em serviços de emergência, surgem todos os dias casos de pacientes que têm a saúde prejudicada e a vida colocada em risco por ação de intercambistas. Têm sido relatados quadros, por exemplo, de edema agudo de pulmão, em pacientes hipertensos que deixaram de tomar suas medicações porque os intercambistas dos postos de saúde mandaram que suspendessem, alegando que já estavam curados.

O fato é que a maioria desses intercambistas, quase todos de origem cubana, não conhece o idioma, não sabe nada de medicina, não possui nenhum tipo de formação para cuidar da saúde de ninguém. “As pessoas estão morrendo e ninguém faz nada. Infelizmente, as autoridades não se manifestam. Isso, porque se trata de uma população pobre; e no Brasil, pobre não tem direito a nada, não tem direito à vida, não tem direito à uma assistência digna”, criticou o presidente do SINMED, Wellington Galvão.



Ele disse que as denúncias que chegam à entidade dão conta de que em vários postos do interior, quem faz consulta e preenche os receituários para os doentes são profissionais de Enfermagem, cabendo aos intercambistas, que receberam registro de médico do Ministério da Saúde, apenas carimbar e assinar as prescrições. O risco para a população é grande, e as mortes acontecem todos os dias sem que ninguém se importe ou faça alguma coisa.
Leia Mais ►