MÉDICOS DÃO EXEMPLO EM PROTESTO





Os médicos e as entidades médicas alagoanas estão de parabéns pelo protesto da última quarta-feira, 3. Pelos cálculos do SINMED, entre profissionais e estudantes, pelo menos 500 pessoas participaram do evento, sem causar transtornos à população e dando um exemplo de luta à sociedade. 

Na primeira parte da manifestação, o auditório do Conselho Regional de Medicina ficou lotado. Na sequencia – a passeata pela Avenida Fernandes Lima em direção ao Palácio do Governo, o protesto foi feito com acompanhamento de batedores da SMTT sem que o trânsito fosse muito prejudicado. Os manifestantes ocuparam apenas uma faixa da Avenida Fernandes Lima, garantindo o direito de ir e vir das pessoas, o que era uma preocupação da organização do protesto.

As chuvas que caíram com intensidade durante toda a manhã não foram capazes de interromper a manifestação, que seguiu calendário nacional e uniu médicos de diferentes gerações e estudantes de medicina na luta pela Revalidação dos diplomas estrangeiros, Carreira de Estado, 10% do PIB para a saúde, sanção da lei do ato médico sem vetos, valorização dos médicos e da medicina, melhorias no SUS e contra a importação de médicos estrangeiros. 



O SINMED parabeniza ao Cremal, SMA, Academia de Medicina de Alagoas, Diretórios Acadêmicos da UFAL e UNCISAL, Associação Nacional de Médicos Residentes em Alagoas e a todos os participantes que contribuíram para o sucesso do protesto da classe médica alagoana. Foi uma importante prova de força e da união da categoria.

Comentários