Os cubanos estão trazendo cólera para a Venezuela - Médico Pedro Martínez Latuff


ABC
Pedro Martínez Latuff

"os cubanos estão trazendo cólera para a Venezuela... muitos deles não são profissionais nem são suficientemente treinados" Pedro Martínez Latuff , MADRID 30/08/2013



O chefe da patologia mamária Pedro Martinez Latuff disse ao ABC que Caracas está enfrentando a pior degradação do sistema de saúde pública de sua história


Pedro Martinez Latuff (Caracas, 1943) passou 45 anos trabalhando como cirurgião para o Estado venezuelano, e afirma ter vivido "no auge da medicina na Venezuela", que define com orgulho como de "primeira categoria". No entanto, lamenta ver a degradação da saúde pública do país na última década e meia. 

Este profissional alcançou o auge de sua carreira, e é atualmente o chefe do departamento de Patologia Mamária do Razetti (oncologia),mas só tem um salário mensal de 840 euros. Além disso, não concorda com a interferência médica cubana na medicina pública venezuelana.


Quanto cobra um médico na Venezuela?


"Eu posso comentar o meu caso. Eu me formei há 45 anos, eu tenho três pós-graduações, uma posição como chefe do serviço que é o mais alto no escalão do sistema de saúde e não chego a 7.000 bolívares por mês. (840 euros).


- Médicos cubanos cobram mais do que os venezuelanos?


Claro. Eles são pagos com uma taxa para as suas despesas em dólares e os restantes são para o governo cubano. Devo dizer que eles trabalham com uma grande falta de profissionalismo e de métodos ultrapassados​​. Além disso, os cubanos estão trazendo cólera para a Venezuela. Recentemente, houve quatro casos de venezuelanos que foram a Cuba e voltaram com cólera. A isto se soma o caso de Alfredo Gomez, um cubano por nascimento que era um professor em uma escola em Nova York, e contraiu a cólera durante uma visita à família em Havana neste verão.



Qual a opinião sobre a interferência cubana na medicina venezuelana?

-Isso é um desastre absoluto e o início de todos os males na Venezuela, muitos deles não são profissionais nem são suficientemente treinados e não entendo como cobram mais do que os próprios médicos venezuelanos.


- Quantos cubanos estão no Estado da Venezuela?

-Cerca de 30.000, entre os médicos, dentistas, fisioterapeutas ...


- Você acha que dado os déficits públicos de saúde, muitos venezuelanos olham para os centros particulares ,como a única alternativa?

-Vou lhe dizer que dos cerca de 30 mil leitos do Estado, cerca de 7.500 estão em hospitais privados. Estes centros estão cheios com os pacientes e o tratamento é de mais de 40% dos pacientes no país. No entanto, o próprio governo dificulta a obtenção de equipamentos e a melhoria em seu desempenho.

Traduzido do Original Los Cubanos están trayendo el Cólera a Venezuela  http://www.abc.es/internacional/20130830/abci-cubanos-traen-colera-venezuela-201308292234.html



Leia também:
22 ago. 2013 ... O Blog está divulgando frequentemente as notícias sobre a área médica e alertando para o risco de introdução e disseminação de doenças ...
alagoasreal.blogspot.com/.../usa.emite.alerta.devido.a.existencia.de.surto.de. colera.em.cuba.html

Comentários