Um ano com Cólera, e sigilo em Cuba

Um funcionário do Ministério da Saúde Pública, que não quis ser identificado por razões óbvias, disse à Reuters que ele e muitos de seus colegas consideram que as autoridades não deveriam manter em segredo a situação em relação à cólera


Os cubanos continuam enfrentando o surgimento de surtos em várias províncias, como observado pela Reuters através de depoimentos de moradores e trabalhadores do setor da saúde.

Os cubanos estão trazendo cólera para a Venezuela - Médico Pedro Martínez Latuff 










A Reuters também cita uma enfermeira de Camagüey que também deseja manter o anônimato. Ela disse que os trabalhadores de saúde pública tiveram que adiar as férias de verão, quando foram mobilizados em julho, devido a um surto de cólera em Camagüey. A mulher acrescentou que existem inúmeros casos de cólera na província, mas disse que, apesar do desconforto que é o aparecimento da doença, a cólera  detectada até agora   não provocou mortes .

Comentários