Cuba: Aumentam os casos de pessoas afetadas com cólera em Cienfuegos


Aumentam os casos de pessoas afetadas com cólera em Cienfuegos. De acordo com opiniões dos moradores da cidade, o alerta fraco das autoridades não permitem que as pessoas tomem consciência real dos perigos que representa o flagelo da cólera

O jornalista independente Alejandro Tur Valladares deu detalhes ao nosso colegas Thomas Cardoso e Omar Lopez no programa "Cuba al Dia" na Rádio Martí, sobre a situação que se encontra a Pérola do Sul, na presença de cólera na província.

O jornalista disse que um mês após a Radio Martí relatar a presença de cólera na cidade, atualmente falam sobre dezenas de casos, não só na capital provincial, mas também em outros municípios.

As autoridades locais enviaram carros com alto-falantes para as áreas mais afetadas e "pela primeira vez" estão usando uma linguagem direta para alertar as áreas mais afetadas ", disse Tur.

Para o comunicador esta ação do governo é a prova que estão preocupados e que tomaram consciência que devem evitar a proliferação da cólera,porém lamentou que só façam apenas nas áreas afetadas e não nos meios de comunicação nacionais e provinciais .

Estão clorando a água ,caminhões-tanque distribuem água para beber, as calçadas são polvilhadas com cal e alguns centros gastronômicos estão fechados,porém o comunicador lamentou que a imprensa local está tratando o assunto "de uma forma muito velada" e apenas em locais onde são relatados casos.

Tur disse que tem andado em setores de Cienfuegos e constatou que "no bairro da Rainha há 37 pessoas afetadas, enquanto que em Miramontes o número é superior a 30".

Em três municípios da província de Cienfuegos casos foram relatados ", mas o público não sabe, porque não é relatado por qualquer meio de comunicação como deveria ser", disse ele.

Um ano depois de ter sido detectado os primeiros casos de cólera em Cuba, em mais de um século, os cubanos continuam a enfrentar surtos em várias províncias, e os meios de comunicação não tratam o problema com toda a clareza que merecem.

Meios de comunicação internacionais credenciados na ilha relataram que pessoas entrevistadas na capital e nas províncias de Camagüey e Granma acreditam que, enquanto o governo esconder da população a real situação ,ela não tomará consciência do verdadeiro perigo que é a cólera..

Havana somente informa em relatório a Organização Pan-Americana da Saúde. Na última atualização desta agência da ONU foram citados 163 casos em Cuba, incluindo 12 estrangeiros.


Enquanto isso, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, com sede em Atlanta, EUA, emitiu um alerta em 03 de setembro de 2013 ,para as pessoas que viajam ou estão voltando de Cuba, devido à persistência de um surto de cólera desde julho do ano passado.
CDC: Cuba com surto de cólera desde julho de 2012 !



Declarações de Alejandro Tur ao programa Cuba al Dia


 Traduzido do original em espanhol:
http://www.martinoticias.com/content/cuba-colera-cienfuegos-alertas/27216.html



Leia também:


"não estou interessado em sua cura" : Diz Dr. Alexis durante visita a Daniel Diaz na prisão de Combinado del Este (Cuba)

Comentários