Médico de Família: espelho da medicina cubana

O sistema de saúde cubano tem uma estrutura vertical, com base nos consultórios do médico da família, seguindo as policlínicas e hospitais.
Consultório Médico da Família em ruína-CUBA


Na década de 80 , quando foram criados , pensava-se que resolveriam todos os problemas de saúde da população .


Logo , os pacientes perderiam a fé nos consultórios . E hoje , a tarefa do médico de família foi reduzida para tirar a pressão arterial , dando receitas, e encaminhar os pacientes para clínicas e hospitais.
Consultório em Cuba


Isabel é uma senhora de 80 anos , que nunca visita o médico de família do bairro . Não que a velha senhora não necessite de cuidados médicos , mas prefere ir diretamente para o hospital, porque ela tem amigos que " conectam " com especialistas. Além disso, ela nos diz muitas vezes que o consultório está fechado, por vezes, em vez do médico é um estudante que só serve para prescrever aspirina.


Ofelia , entretanto, não quer que recordem do médico de família. Acontece que o seu médico não vive na casa ao lado do consultório . Ele foi e deixou sua filha , seu filho e neto. E, apesar do médico pelo dia realizar consulta, está ausente nas noites e madrugadas . O que acontece se você tiver uma emergência médica?


O sogro de Ofelia morreu subitamente em casa , entre sete e oito da noite . E como o médico de família não estava para a emissão da certidão de óbito , tiveram que ficar com o corpo em casa até o dia seguinte , durante a manhã .
Saúde em Cuba


Clara tem vivido muito . Antes da revolução , conta - a sua família era sócia da clínica privada " Acçión Médica ", localizado em Cocos e Rabi, no bairro de Havana de Santos Suárez . Por uma taxa de dois pesos por mês tinham acesso a todos os serviços da clínica , com internação incluída , além de medicamentos que eram necessários .Poderiam também solicitar visita médica em domicílio , o que não demorava mais do que 15 ou 20 minutos depois de ter sido solicitado. Agora, no entanto , Clara reclama que o seu médico de família não " bate chão. " Em outras palavras, não visita o doente enfermos que estão acamados . " Bem, ressalta Clara,  a menos que eles recebam presentes " .


Amelia quer desesperadamente ser escolhida para cumprir uma missão médica em qualquer outro país . Não importa que o governo de Cuba fique com grande parte do que pagam aos médicos lá fora.Porém qualquer coisa será melhor do que o que recebe em Cuba , entre 15 a 20 dólares por mês.A Dra. Amelia " diz que seu marido é barqueiro ilegal e que aluga seu carro para sobreviver.


Os pacientes não são os únicos insatisfeitos com os serviços de médico de família. Um médico que trabalha em um consultório del Cerro - pediu anônimato- se mostra oprimido : "Quando você chega ao consultório , em 15 dias conhece todos os velhos no bairro que vêm aqui todos os dias, para se divertir, ou para esticar as pernas porque eles não têm outro lugar para ir . "

O que dizem os estudantes de medicina ? Outro dia, várias meninas vestidas com o uniforme de Ciências Médicas , lanchavam em um banco do parque . Uma delas enfatizou a importância de obter notas altas a partir do primeiro dia de aula , para formar um registro que garanta uma boa pontuação depois de graduada . " Sim , é claro, disse outro aluno - , sob pena de nos punir após a formatura ,enviando cada um de nós para prestarmos serviço em consultório de médico de família. "

Do original:

Consultorio médico de la familia: espejo de la medicina cubana

Comentários