Cuba: Afinal,quem vai investir no Porto de Mariel ?

Porto de Mariel em Cuba


O ano de 2014 deve ser iniciado para a economia cubana , com a abertura das primeiras instalações da chamada Zona Especial de Desenvolvimento Econômico localizado no moderno Porto de Mariel , uma baía localizada a cerca de 70 quilômetros a oeste de Havana


Um porto para contêineres com grandes armazéns , uma zona franca ,indústrias criadas com capital estrangeiro e condições avançadas de infra-estrutura , entre outros, serão os benefícios desse polo comercial e industrial , o mais importante do país e desde já considerado a principal janela cubana ao mundo das importações e das exportações .


A partir do momento que o Porto de Mariel estiver operando começará a renovação da histórica baía de Havana , que espera se tornar uma marina para iates e cruzeiros , especialmente quando as restrições do bloqueio / embargo dos EUA , que está há mais de meio século em vigor for retirado.

A modernização e instalação de equipamentos de Mariel foram financiados (640 dos 900 milhões de dólares gastos ) por um empréstimo obtido por meio de um acordo intergovernamental assinado entre Havana e Brasília .

Print Screen do Blog do Planalto em 27 de janeiro de 2014 - "Dilma: Brasil quer se tornar parceiro econômico de primeira ordem de Cuba"


Um ponto privilegiado



O fato do Brasil ter decidido fazer a obra e um grande investimento no porto em conjunto com suas empresas ,mostra de alguma forma o seu interesse em ter um espaço comercial e produtivo nesse ponto privilegiado da geografia do Caribe, na entrada do Golfo do México , em frente a costa americana e na véspera da ampliação do Canal do Panamá em (2015 ), que pode receber navios maiores

A grande questão sobre o destino de Mariel é saber quem e quais serão as condições dos investimentos na área de desenvolvimento, que deverá ter não só instalações portuárias ou de armazenamento , mas também a industrial.

Muito tem sido dito sobre a necessidade do governo cubano declarar se vai modificar suas relações jurídicas com o capital estrangeiro. Já em Julho de 2012, se fez o anúncio oficial de que ao final desse ano entraria em vigor uma nova lei de investimento, que substituiria o instrumento jurídico aprovado em 1995 (Lei 77) .

Mas a expectativa criada ainda não tem uma resposta definitiva , quando na realidade o que tem acontecido é que, em meados de 2013 operavam na ilha 190 negócios de capital misto entre o governo cubano e as entidades privadas estrangeiras , o que equivale a metade do que havia em 2000 .

De acordo com um relatório recente , um vice-ministro cubano do Comércio Exterior , disse que " está em processo a avaliação da política geral e setorial que acompanhe a promoção desse investimento estrangeiro , mas não está previsto a alteração da lei , porém podem atualizar certos regulamentos . "



Diferentes regulamentos


Assim, nesse atual momento , não haverá nova lei e a Zona Especial de Desenvolvimento Econômico e a zona de Mariel moverá seu destino e possibilidades sob um regulamento que nos últimos anos tem assustado mais os investidores do que atraído , segundo a mais simples das operações aritméticas.


No entanto, devido às suas características especiais , Mariel poderia ser governado por diferentes mecanismos legais , que podem estar entre os regulamentos a serem atualizados .


As transformações econômicas realizadas pelo governo de Raúl Castro , prevista nas Diretrizes da Política Econômica e Social aprovada no VI Congresso do Partido Comunista (2011) tem mudado certas estruturas e fundamentos da economia cubana .



Conteúdo desconhecido


Em várias ocasiões , altos funcionários do governo e o governo cubano alertaram que grandes mudanças econômicas estão chegando. Mas a promessa tem conteúdo desconhecido e data incerta para execução.


Se a nova lei do investimento estrangeiro anunciada não seja aprovada de uma forma que consiga atrair capital estrangeiro , é difícil imaginar quem estará interessado ​​em investir em Cuba ,ou mesmo no Porto de Mariel .

E com a assinatura pendente gostaria de saber que espaço teriam em toda essa estrutura que se abre as pessoas naturais de Cuba-ou seja, os cubanos de Cuba-para quem outra vez,segundo tenho lido,a Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel poderia ser fonte de emprego...porém não de investimento.

Traduzido pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do Original

Cuba: ¿Por fin quiénes van a invertir en el Puerto del Mariel?



Poderá gostar:
100 perguntas e respostas sobre o Projeto do Porto de Mariel - Cuba
Dilma investe 15 vezes mais nos portos de Cuba do que no sistema portuário do Brasil!

Comentários