Mais Médicos:Para Ministério da Saúde existe diferença de prescrição e não erro



"Página do Tumblr reúne receitas médicas com erros que vão do mau uso do português à suposta prescrição incorreta de remédios por profissionais do Mais Médicos (Fonte:Exame Abril)"

“As denúncias sobre supostos erros publicadas pelo referido site foram verificadas e foi constatada diferença de prescrição e não erro. Até o momento, não temos a constatação de consequência adversa para o paciente em nenhuma das situações ali mencionadas”, diz o ministério da Saúde do Brasil.(Fonte o Globo)


Comentário do Blog:

Caso as denúncias que circulam pela internet sejam verdadeiras,não devemos aceitar o argumento do MS de uma simples diferença de prescrição,porém a  provável existência de um erro de conduta médica,que em certos casos coloca em risco de morte os pacientes assistidos por alguns profissionais .
Abdon Murad, presidente do CRM/MA. recebe denúncia contra a médica cubana Norma Rodriguez do Programa Mais Médico
Quando o MS afirma em nota que "foi constatada diferença de prescrição e não erro ,"parece que desconhece uma outra denúncia formulada ao MP em caráter oficial pelo Conselho Regional de Medicina do Maranhão sobre uma médica cubana que está no Brasil atuando no “Programa Mais Médicos”. A profissional teria prescrito a medicação chamada metocarbamol, exclusiva para o uso veterinário, e que no Brasil serve para cavalos, cães e gatos.Veja a reportagem

Exemplo 1
metocarbamol, exclusiva para o uso veterinário, e que no Brasil serve para cavalos, cães e gatos.




Exemplo 2:
Insulina conforme orientação?????




Exemplo 3:

"Insulina Humana NPH - Aplique 30U após café e 15U após jantar
Insulina Humana Regular - Aplique 90UI de manhã,35U tarde ,35 U de noite"
Total dia: 45UI de Insulina NPH e 160UI de Insulina Regular !

Análise do CFM

"O que está sendo denunciado realmente gera preocupação. As prescrições precisam realmente de uma boa avaliação desapaixonada, inclusive para saber da veracidade. Porque há casos de prescrição de antibióticos em que o paciente vai tomar uma medicação e não vai combater o agente infeccioso corretamente e ainda fazer com que essa pessoa passe a fazer resistência — diz o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Emmanuel Fortes." Fonte o Globo
Imagens Fonte:Perito.med


Leia também:


Conselhos de Medicina X MS : Quem tem a última palavra sobre a existência ou não de erro médico? 

Comentários