Peru,Colômbia e Chile pedem respeito aos Direitos Humanos na Venezuela






Maduro rejeita "lições de democracia" dos vizinhos.


O presidente chileno, Sebastián Piñera, fez um apelo para que os direitos humanos fossem respeitados durante os protestos contra Maduro, iniciados há duas semanas em meio à insatisfação popular com a violência crescente, a economia frágil e a pressão do governo sobre a imprensa.

“A defesa dos direitos humanos em todo o tempo, em todo o lugar e em toda circunstância são valores que hoje são universais e que não reconhecem fronteiras”, disse Piñera.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, pediu que os canais de comunicação entre as diferentes forças políticas da Venezuela sejam restabelecidos para garantir a estabilidade do país. A declaração irritou Maduro.


Aliados do Madurismo

De um lado, aliados como Bolívia, Uruguai,Equador e Argentina correram para demonstrar apoio ao governo chavista.


Brasil: Em cima do muro pendendo para a "Democracia" La Habana

Na terça-feira, o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, disse que o Brasil espera "uma convergência dentro de um respeito à institucionalidade e à democracia" na Venezuela e demonstrou preocupação com a situação no país vizinho.

Editado:

http://www.dw.de/crise-na-venezuela-divide-am%C3%A9rica-latina/a-17442015



Poderá gostar de:


Castro envia com urgência a tropa de elite Avispas Negras para sufocar a rebelião estudantil em Caracas - (0 comments)
Venezuela está clamando, a grito suelto un cambio con gran urgencia ..-Henry Contreras. - (0 comments)
RT Noticias en español - TV notícias -(0 comments)
Venezuela : Tweets en linea . El camino a la libertad - (0 comments)
DTV - Democracia TV EN VIVO - Miami(0 comments)
O exército de ocupação Cubano já se encontra na Venezuela: 60 mil soldados - (0 comments)
Cubano exilado traz novas denúncias e confirma desertora do Mais Médicos - Vídeo - (0 comments)
10 pontos-chave para entender o que está se passando na Venezuela - (0 comments)
Declaração no site oficial da UNASUL é diferente do texto que foi lido por Elias Jaua -


Comentários