Cartas Marcadas: Maduro não quer OEA mediando conflito e considera fórum legítimo os" companheiros" da UNASUL

"Belo exemplo"  para a campanha de PAZ do Sr. Maduro


O governo de Maduro rejeitou a chamada para uma reunião na OEA para discutir a crise da Venezuela, considerando que a Unasul é um fórum mais apropriado para encontrar uma solução para protestos que estão ocorrendo no país há várias semanas .

O secretário de Estado americano, John Kerry, disse ontem que faz consultas a países como a Colômbia para tentar participar nas negociações para dar fim à crise na Venezuela. “Infelizmente, a Venezuela decidiu culpar com mais frequência os Estados Unidos por sua própria falta de governança e de atenção com sua economia e seus cidadãos”, afirmou.

O governo brasileiro vê com bons olhos a convocação de uma reunião extraordinária da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), pedida pelo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

O sinal verde foi dado na madrugada de ontem em reunião entre o chanceler venezuelano, Elias Jaua, e o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, para discutir a crise derivada de confrontos entre opositores e as forças de segurança.


Os 12 países que integram Unasul são: Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Chile, Paraguai , Uruguai, Venezuela, Guiana, Suriname e Peru.


Maduro até o momento já tem o apoio da Argentina, Brasil, Bolívia, Uruguai .
"Democracia" Venezuelana de Nicolas Maduro!

Diz o ditado popular que quem cala consente ,portanto, é obvio o resultado da reunião !



Agências:Martí Notícias e G1


Comentários