DITADURA : Maduro ordena bloquear sites com conteúdo contrário aos interesses do governo.

Com rádio e televisão sob a censura, o governo do presidente Nicolas Maduro vai com tudo contra o último reduto que os venezuelanos usam para informar-se sem impedimentos. A Comissão Nacional de Telecomunicações ( Conatel ) comunicou a todos os fornecedores de serviços de Internet na Venezuela (IPS , por sua sigla em Inglês ) que devem cumprir sem demora as ordens para bloquear sites com conteúdo contrário aos interesses do governo.


O Presidente Conatel , William Castillo, não respondeu às perguntas feitas sobre este assunto via e -mail e no Twitter ( @ planwac ) .

Ainda não está claro como vai ser implementado este monitoramento, mas vale a metodologia acordada com os principais provedores para entender. O departamento de tecnologia dessas empresas devem verificar constantemente o domínio suspenso, que o controlador atualiza durante todo o dia em um site da WEB, para ser bloqueado imediatamente.

Não há nenhuma lei que regule o fluxo de mensagens através da web, mas a Conatel pode forçar os provedores a bloquear conteúdo contrário aos seus interesses. Essas empresas não têm o direito de uso do espectro, mas recebem uma licença administrativa do Estado para operar. Essa habilitação, de acordo com o advogado consultado, não pode ser removida à vontade, mas o próprio regulador poderia penalizar as empresas por violação de obrigações. O cenário político incerto venezuelano oferece a melhor desculpa para a censura por motivos de interesse nacional. 

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do original

El régimen venezolano estrecha el cerco sobre internet

Comentários