Reimy Chávez: Não concordo com a autocensura

Jornalista Reimy Chávez renunciou ao vivo durante a transmissão do canal de notícias Globovisión. 

" Fui retirado do estúdio por um segurança . Estávamos no intervalo comercial e entrou o pessoal da segurança , liderados por Johnny Guerra, e me disse: "Amigo , por favor, venha comigo. " Eu lhe disse que estava no ar e perguntei se iam me tirar, e disseram que sim. Então eu peguei minhas coisas e quando estava atravessando a rua ( porque o estúdio 4 é em frente à sede do canal ) uma produtora falou que Majella León ( chefe da informação ) pediu para terminar o programa. Então eu coloquei o microfone de volta ,porém novamente chegou a ordem para eu sair. O Segurança chegou novamente para me escoltar . Eles não me tocaram,nem me atacaram fisicamente ou verbalmente. Quero esclarecer isso. "


Chávez acrescentou que no momento que  tentou entrar na sede administrativa do canal para redigir sua carta de demissão , disseram que era melhor enviar por e-mail .


A razão para a demissão do jornalista da Globovision é que " eu não concordo com a censura ou auto- censura, que há em Globovision . Horrível autocensura. Há muito medo . Discordo de estar ao ar e omitir informações. Isso é muito parecido com mentir. Além disso, eu discordo que cada vez que sai uma notícia do governo por VTV , o canal transmita . Já chegamos a passar mais de uma hora e 20 minutos com o presidente Maduro. É sempre igual, existindo ou não cadeia de televisão "


Ele lembrou que, após o 12 de fevereiro ", quando nunca dissemos que estavam matando pessoas em Caracas ", o canal disse que existiria correções. " Há dias em que você faz as coisas certas e outras não ", disse ele e acrescentou discordar do ato " deplorável " que aconteceu com as equipes técnicas de Zulia e Lara na semana passada. " Eles não valorizam os funcionários , o talento está lá, mas para eles não importa porque o negócio é cumprir com o compromisso político. "


Reimy Chávez relatou que em duas reuniões realizadas com a gestão de produção chegou a sugerir reportagens de objetivo social ", para mostrar que não estamos virando as costas para a realidade do país. " "Eu propus fazer uma sobre os protestos estudantis , outra sobre o porquê de não existir nenhum cimento ,e outra sobre a extrema pobreza ... são trabalhos sensíveis, como o por que de existir falhas de distribuição de gás doméstico em Caracas. A primeira reunião foi muito aberta , mas a segunda me disseram que no caso dos estudantes a conclusão seria que era um Golpe suave . Como um gerente pode me dizer a conclusão do meu trabalho? Eu quero mostrar os dois lados , isso é que é jornalismo. "


O repórter enviou sua carta de demissão por e-mail , e não tem outros planos de carreira.


Seu nome é adicionado a uma lista que o Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa contabiliza 17 demissões e 34 renuncias , para um total de 51 trabalhadores da Globovision , após a venda da empresa.


Traduzido pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do original

Reimy Chávez: No estoy de acuerdo con la autocensura
Vídeo

Comentários