"O limite de um direito humano é o direito de um outro ser humano, e não a vontade do governo"- Blanca Rosa Mármol de Leon



A ex-magistrada do Tribunal Superior de Justiça da Venezuela, Blanca Rosa Mármol de León rechaçou a detenção ilegal de alunos, enquanto gangues criminosas "estão matando na Venezuela."

"O limite de um direito humano é o direito de um outro ser humano, e não a vontade do governo", disse a ex-magistrada em uma mensagem postada em sua conta no Twitter. 

Mármol disse que, enquanto a polícia e os juízes " se ocupam em deter ilegalmente estudantes, gangues continuam a matar na Venezuela." 

"Os tribunais penais não têm tempo para nada,somente encontra espaço quando é para ajudar o governo a reprimir os estudantes." 

Também disse que aqui o "absoluto" é o "desrespeito pela Constituição e as leis."

Comentários