OMS:Subtipo altamente contagioso do vírus Ebola já causou 200 mortes na República da Guiné



Mais de 200 pessoas morreram vítimas de um subtipo altamente contagioso do vírus Ebola na Guiné, tornando este um dos surtos mais letais da doença, informou nesta quarta-feira (4) a OMS (Organização Mundial da Saúde).

A agência sanitária da ONU informou ter registrado até agora 328 casos confirmados ou suspeitos de Ebola na Guiné, incluindo 208 mortes, sendo 21 delas reportadas entre 29 de maio e 1º de junho.

As vizinhas Serra Leoa e Libéria também foram afetadas de forma crescente, continuou a OMS, que descreveu o primeiro surto na África ocidental da febre hemorrágica mortal como uma das mais desafiadoras desde que o vírus foi identificado pela primeira vez em 1976 no que hoje é a República Democrática do Congo.

Duzentos e oitenta pessoas morreram neste surto, que foi o mais mortal já registrado.

Até agora, 79 casos confirmados e suspeitos foram registrados em Serra Leoa, que viu o número de mortos vítimas da doença saltar de um por semana para seis, informou a agência.

Enquanto isso, o vírus parece ter ressurgido na Libéria, que no começo do ano viu 12 casos suspeitos e confirmados de Ebola, incluindo 9 mortos, mas não viu novos casos nos últimos dois meses.

Segundo a OMS, uma pessoa supostamente infectada em Serra Lea cruzou a fronteira e morreu em Foya. O corpo foi levado para Kailahun para ser sepultado.

EFE

Comentários