MPF/AL fiscaliza municípios e apura denúncias



O Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) está atuando firmemente na apuração das denúncias do Sinmed contra as prefeituras que não oferecem condições éticas de trabalho aos médicos e que ainda atrasam o pagamento dos salários. A fiscalização tem sido intensificada e as prefeituras começam a sentir a atuação do MPF.

“Estamos satisfeitos e queremos parabenizar o MPF pela atuação. Quando faltam condições de trabalho aos médicos, a população sofre os prejuízos. Todas as denúncias que fizemos à procuradora da República Niédja Káspary estão tendo resposta”, afirmou o presidente do Sinmed, Wellington Galvão.

O Sinmed continua recebendo dos médicos de vários municípios queixas sobre a falta de condições de trabalho, corte e atraso nos salários. Antes de levar as denúncias ao MPF, o Sindicato procura os gestores para negociar. Apenas quando as negociações não evoluem de forma satisfatória ou quando o que foi negociado não é cumprido, é que as denúncias são formalizadas junto ao MPF, com pedido de providências.

Comentários