Sinmed de Alagoas : Luta em defesa da Democracia - Movimento Brasil Livre



LUTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA
Logo do sinmed de alagoas



Será oficialmente lançado em Maceió, sábado, 15 de novembro, feriado da Proclamação da República, o Movimento Brasil Livre, que foi fundado em 31 de outubro de 2014, já existe em vários estados brasileiros e está crescendo. O lançamento ocorrerá em um ato cívico, com concentração no início da manhã próximo à Feira de Artesanato da Pajuçara e saída, em passeata, a partir das 9 horas, até o Monumento à República, na Avenida da Paz. O SINMED convida todos os médicos a participarem, levando junto familiares e amigos.

O Movimento Brasil Livre é suprapartidário, aberto à participação de qualquer pessoa que deseje que o Brasil mude e fique livre da corrupção, da improbidade administrativa e da impunidade (principalmente, daqueles que cometem crimes contra a administração pública). O Movimento quer o Brasil Livre também do risco de ser transformado em uma ditadura socialista bolivariana, a exemplo de algumas já existentes em países vizinhos. Propõe o fortalecimento da democracia, a autonomia dos poderes constituídos, a Soberania nacional e que a população fique atenta às ações dos governantes para acabar com a farra com o dinheiro público, que deve ser investido no Brasil, em prol de todos os brasileiros.

O País precisa reencontrar o caminho do desenvolvimento. Precisa dar educação, saúde, segurança, empregos e infraestrutura à população, nas áreas de habitação, saneamento básico, transportes. Com tanta roubalheira e tantos desmandos é impossível conseguir tudo isso. Cabe à população fiscalizar as ações daqueles que elegeu e cobrar deles iniciativas capazes de mudar o Brasil e melhorar a vida dos brasileiros. Isso vale tanto para os políticos que ocupam cargos do Poder Executivo como para aqueles que têm cadeira no Poder Legislativo, seja no nível municipal, estadual ou federal. O anseio dos brasileiros por mudanças já foi expresso nas últimas eleições. O momento agora é de agir e exigir que essas mudanças aconteçam.

Comentários