Cuba recebe salários dos médicos 'exportados' para o Equador

O jornal El Universo, do Equador, publicou na segunda-feira uma nota relacionada a salários pagos aos médicos cubanos que trabalham no país sul-americano.

Jovens médicos em uma cerimônia realizada na Escola de Medicina Mártires Giron, Cuba.

A nefrologista Garbey Mirian Torres, de 64 anos, tem estado em diferentes países como cooperante. Antes de viajar para o Equador, em 2012, trabalhou como chefe do serviço de Nefrologia Pediátrica na ilha. Ela agora está localizada no hospital Francisco de Ycaza Bustamante,de Guayaquil.

O acordo entre Havana e Quito foi assinado pelo então ministro da Saúde do Equador, Miguel Malo, e o embaixador de Cuba, Jorge Rodriguez e o diário precisa que "o acordo não menciona os nomes dos médicos , o salário nem onde vão trabalhar ou viver. "


A Dra. garante que "todos sabem que não vão receber o valor pago pelo Equador por cada especialista cubano" e não viajam enganados a esse respeito.


Recebem um "salário entre US $ 700 e US $ 800 para alimentação e transporte ou qualquer destino que queira dar; habitação é subsidiada" e ela compartilha com outra cubana da missão cooperante.


O Ministério da Saúde do Equador transfere para Havana o salário de um especialista que correspondente à $ 2,641. Ela recebe cerca de uns US $ 800,ou seja 30%,do valor total,e os 70% restantes acaba nos cofres do governo cubano.

Editado e traduzido pelo Blog Alagoas Real.
Se copiar é obrigatório citar a fonte original,e o Blog Alagoas Real,com seus links anexos!

Cuba recibe los salarios de los médicos que ‘exporta’ al Ecuador

Comentários