Na Venezuela cresce o mau cheiro do "gatuno" e a morte

Venezuela, onde as grandes fortunas surgem sem qualquer possibilidade de justificação legal 

Na Venezuela, cresce o fedor,o "gatuno" e a morte
Na Venezuela cresce o mau cheiro do "gatuno" e a morte -ELEONORA BRUZUAL



Em quase toda a América hispânica a palavra "choro" significa ladrão, e na Venezuela é de uso comum e define um delinquente que gosta das coisas alheias,portanto,quando eu saliento que no meu país o mau cheiro do ladrão é insuportável,não digo por dizer, refiro-me à realidade como roubo e assassinato que tornaram-se uma dupla para consolidar uma situação sangrenta que leva a Venezuela a ser um dos países mais violentos do mundo, com o registro vergonhoso ,de receber a "honra" de ter entre as 50 cidades mais perigosos do mundo, Caracas como a primeira da lista, Maturin a quinta, Valência como a sétima,e Guayana como a décima primeira, Barquisimeto, a vigésima, Cumana vigésima quarta., Barcelona na 34ª. e Maracaibo na 49ª.



E tudo isso é potencializado por ser a Venezuela um verdadeiro narco estado em que até mesmo a família presidencial é tocada pela prisão de seus membros que estão sendo julgados em tribunais nos Estados Unidos; O caso Efrain Antonio Campos Flores e seu primo Franqui Francisco Flores de Freitas, ambos sobrinhos de Cilia Flores de Maduro, Primeira-Dama da Venezuela ou como ela gosta de ser chamada:: Primeira Combatente.{Soldado}


Na Venezuela, o presidente da Câmara de Cassação Penal do Supremo Tribunal de Justiça, o magistrado Maikel Moreno Pérez, responsável máximo pelos casos criminais é um verdadeiro carrasco de todos os adversários que caiam em suas mãos. Só para dar uma ideia da brutalidade deste homem , cito o processo do comissário Ivan Simonovis ainda privado do seu direito à plena liberdade; Também do sadismo demonstrado como juiz no caso da ex-senadora Haydeé Castillo de Lopez Acosta e seu marido Antonio Lopez Acosta, ambos processados criminalmente depois do assassinato de seu filho Antonio Lopez Castillo em um estranho confronto policial que aconteceu durante a investigação do obscuro crime do procurador Danilo Anderson.



Maikel Moreno Perez, é tema de reportagens internacionais em fontes de eventos criminais. 
Maikel Moreno Pérez, é um defensor compulsivo do Vereador Richard Peñalver, um dos quatro acusados de terem disparado em 11 de Abril, de 2002 contra uma manifestação da oposição, Todos que participaram são conhecidos como os assassinos de Puente Llaguno e foram inocentados pela nauseante "justiça vermelha" da qual esse personagem é emblema.



Venezuela, onde as grandes fortunas surgem sem qualquer possibilidade de justificação legal das mesmas e onde esses mesmos "choros" são parte do Governo ou do entorno do poder. Mil casos poderiam ser citados aqui,casos que a notícia criminis me preservaria de quaisquer problemas jurídicos que possam me afetar- rebusco em minha memória,bem lá no fundo do baú,e coloco ante a opinião pública alguns desses episódios.Casos que mostram pobres solenes antes desses 17 anos de Vermelho da Morte, agora convertidos em magnatas financeiros. -por Exemplo- casos onde a família do falecido Hugo Chavez aparece entre os mais ricos não só do país, mas do mundo, onde Rafael Ramirez quebrou a indústria nacional de petróleo, um das mais fortes do mundo -Ele e sua família- com fortunas incomensuráveis as quais necessitam de uma profunda investigação e punição.


Hector Rodriguez esse " parlapatão escandaloso" de Rio Chico, agora vestido como um dandy e ostentando riqueza acumulada tenazmente em ministérios do mal chamado Poder Popular: Presidência, Desporto, Juventude e Educação e descaradamente há um tempo atrás, falou quando se referia aos necessitados: "nós não vamos tirar as pessoas da pobreza para levá-las para a classe média para se tornarem esquálidas [ Termo que Chavez usava se referindo aos opositores da classe média e alta ] ". Onde Rafael Esquivel, que servia como presidente da Federação de Futebol da Venezuela e primeiro vice-presidente da CONMEBOL, enfrenta acusações de corrupção no caso da FIFA e que somente alcançou a liberdade provisória nos EUA, sob fiança de sete milhões de dólares, e ninguém pergunta de onde sacou esse dinheiro!


Venezuela, onde para roubar o seu veículo, Larry Salinas foi executado, Larry Salinas era um jovem valioso e músico criador do Coral integrado , um local para crianças com deficiência, e a sua morte ,infelizmente,será apenas uma estatística .


Venezuela com o seu povo moralmente permissível. Venezuela hedionda ao roubo, à morte, à impunidade. Venezuela onde a falta de esperança exala um cheiro desagradável , igual a todo fedor, , que com o tempo, chegamos a se acostumar.



Editado e traduzido pelo Blog Alagoas Real.
Se copiar é obrigatório citar a fonte original,e o Blog Alagoas Real,com seus links anexos!


ELEONORA BRUZUAL PERIODISTA VENEZOLANA 

Comentários