Vírus da Febre do Vale do Rift é associado a aborto espontâneo



A infecção com o Vírus da Febre do Vale do Rift foi associado com um risco aumentado sete vezes para o aborto em mulheres grávidas no Sudão, de acordo com um estudo recente.


The Lancet Global Health



"Surtos de vírus da febre do Vale do Rift pode levar a abortos em massa no gado, mas tais abortos não foram identificados em seres humanos", escreveram os pesquisadores no The Lancet Global Health. "Nosso objetivo foi investigar a causa de abortos espontâneos em mulheres grávidas febris em um área endêmica para a febre do Vale do Rift  "

Segundo a OMS o Vírus da Febre do Vale do Rift  (RVFV) pode causar doença grave em animais e humanos. Os mosquitos podem transmitir o vírus, mas os seres humanos são mais frequentemente afetados pelo contato com o sangue ou órgãos de animais infectados. O vírus é quase sempre documentado na  África, embora casos confirmados apareceram na Arábia Saudita e no Iêmen, em 2000.

Os pesquisadores testaram amostras de pacientes a partir de 130 mulheres grávidas que tiveram  uma febre de origem desconhecida e participaram da pesquisa de um hospital do governo em Port Sudan entre 30 de Junho de 2011 e 17 de novembro de 2012,  .

Entre as mulheres diagnosticadas com RVFV (n = 28), 54% tiveram abortos espontâneos, em comparação com 12% daquelas que não estavam infectadas com o RVFV (n = 102). Várias análises de regressão logística mostraram que a infecção por RVFV foi um preditor independente de ter um aborto espontâneo (OR = 7,4, IC 95%, 2,7-20,1), escreveram os pesquisadores.

Em um editorial relacionado, Ali S. Khan, MD, MPH, decano do departamento de epidemiologia e Carl V. Smith, MD, professor de obstetrícia e ginecologia, ambos da Universidade de Nebraska Medical Center, escreveram que o conhecimento da RVFV é há décadas - e a doença talvez tenha sido descrita  desde os tempos bíblicos. Ainda assim, eles disseram, revelações sobre o assunto continuam a ser feitas, incluindo os dois primeiros relatórios neste século de transmissão vertical.

"A observação de aborto espontâneo devido à febre do vale do Rift é oportuna, dado a experiência com duas outras infecções emergentes: Zika nas Américas e Ebola na África Ocidental", escreveram eles.

Khan e Smith disseram que era prematuro  alertar as mulheres grávidas nas áreas endêmicas de RVFV , mas o cuidado deve ser tomado para evitar picadas de mosquito. Eles também escreveram que novos estudos são necessários para determinar se RVFV deve ser adicionada à lista de doenças que causam resultados adversos a gravidez. 



Fontes:

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do original e o blog ALAGOAS REAL

Baudin M, et al. Lancet Glob Health. 2016;doi:10.1016/S2214-109X(16)30176-0.
Khan AS, et al. Lancet Glob Health. 2016;doi:10.1016/S2214-109X(16)30240-6.

Comentários