Alerta na Índia : Outro aluno é diagnosticado com Encefalite Japonesa

Índia
País na Ásia Meridional


Outro caso de encefalite japonesa, uma doença viral transmitida por mosquito, surgiu na cidade de Pune poucas semanas depois das autoridades de saúde confirmarem o primeiro caso . 


Um estudante de 21 anos de idade de Hadapsar foi positivo para a doença conforme laudo do Instituto Nacional de Virologia (INV) em 12 de Dezembro de 2016 

Dois casos em poucos dias colocaram as autoridades sanitárias em pé, levando-as a aumentar a vigilância no bairro dos pacientes. O The Times of India informou o primeiro caso de Encefalite Japonesa na cidade em 10 de dezembro de 2016 depois que um estudante de ciência da agricultura de 18 anos na cidade de Satara foi diagnosticado com a infecção no INV em 30 de novembro de 2016. Sua condição foi inicialmente crítica, e ele está atualmente em tratamento no hospital Deenanath Mangeshkar (DMH). 

Esta é a primeira vez em Pune e no oeste de Maharashtra que os casos de encefalite japonesa (EJ) foram detectados.

Especialistas dizem que a propagação da doença é motivo de preocupação, pois indica que o vírus está circulando em uma área geográfica mais ampla. 


"A pessoa infectada é um estudante que reside em Kalepadal em Hadapsar, e sua amostra de sangue, enviada à INV, deu positivo para Encefalite Japonesa em 12 de dezembro de 2016", disse um médico do hospital de Sassoon, onde o paciente foi submetido a tratamento. 

"Dirigimos as autoridades sanitárias a realizar vigilância entomológica nas áreas em que ambos os pacientes ficaram para conter a propagação do vetor.Além disso, também orientou os funcionários de saúde para realizar vigilância em febre nessas áreas e enviar amostras de sangue de pacientes suspeitos ao INV para teste ", disse o diretor conjunto de (Doenças transmitidas por vetores) do departamento de saúde do estado, Kanchan Jagtap. 

Quando contactado, o oficial de vigilância do estado, Pradeep Awate, do departamento de saúde do estado, disse: "Nunca foram vistos casos em Pune, e apenas um único surto registrado em Budhgaon, no distrito de Sangli em 1999,porém nunca tinha sido relatado no oeste de Maharashtra". 

Awate acrescentou que era importante descobrir a ligação epidemiológica de ambos os casos de encefalite japonesa registrados na cidade. "Um estudo entomológico é necessário para ver se o vírus sofreu qualquer alteração em sua composição genética ou se há alguma mudança no mosquito vetor em si". 

Culex

O tipo de mosquito culex, que se alimenta de sangue animal, especialmente de porcos, é o principal vetor da doença em Maharashtra. "Prevenção e contenção são fundamentais, uma vez que não há droga específica, e o tratamento da Encefalite Japonesa é sintomático. As pessoas devem manter seu ambiente limpo.Além disso, aqueles que vivem na proximidade de animais ou porcos devem tomar precauções extras.Larvicidas devem ser usados ​​periodicamente em lagoas com vegetação, uma vez que proporcionam uma atmosfera propícia para o vetor se reproduzir e propagar . O corte regular de jacinto ( NOTA: ( Jacinto é uma planta bulbosa da família do lírio, com folhas e um pico compacto de flores perfumadas em forma de sino. Nativa da Ásia Ocidental, jacintos são cultivadas ao ar livre e como plantas de casa.) ", disse Awate. Um funcionário de saúde da Corporação Municipal de Pune disse que o corpo cívico assumiu a pulverização de inseticida e larvicida em torno do bairro dos pacientes. "Estamos também cortando jacinto regularmente", acrescentou o funcionário.

Traduzido e editado pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do original e o blog ALAGOAS REAL
http://timesofindia.indiatimes.com/

Comentários