Infecções por vírus Mayaro no Brasil


Distribuição do vírus Mayaro (MAYV) na América Central e do Sul
Distribuição do arbovírus Mayaro (MAYV) na América Central e do Sul




No Brasil, em 2016, 5 casos de infecção do vírus Mayaro foram detectados em pacientes residentes no Estado do Amazonas. De acordo com a Fundação de Medicina Tropical 5 casos identificados foram encontrados durante um projeto de pesquisa colaborativa com a Fiocruz ( Fundação Oswaldo Cruz ), cujo objetivo é identificar os vírus responsáveis por síndromes febris agudas. Em 2016, de 685 amostras de pacientes com sintomas febris agudas, 5 foram diagnosticados positivos para o vírus Mayaro (1 em Janeiro, 3 em Fevereiro e 1 em Março).


O vírus Mayaro é um arbovírus do gênero Alphavirus, da família Togaviridae, endêmica na Bolívia, Brasil, Guiana Francesa, Guiana, Suriname e Trinidad e Tobago.

É transmitido por um artrópode, principalmente Haemagogus janthinomys , a partir de um reservatório de roedores (Orymys, Nectomys e Proechimys), aves (Colombigallina e Icterus) e primatas (Callithix).


Ele é responsável por uma doença benigna que resulta em uma síndrome dengue-like, semelhante à gripe com febre, dor de cabeça, dor nas articulações, muitas vezes associada a uma erupção papular. Ela é geralmente leve.


A febre do vírus Mayaro é endêmica em áreas de floresta da América Central e do Sul (Amazônia) e do Caribe.

Comentários