Significado de Epizootia e Manual de vigilância em primatas não humanos

Manual epizootia

                  Significado de Epizootia e Manual de vigilância em primatas não humanos - macacos



Epizootia é um conceito utilizado em veterinária  para qualificar uma enfermidade contagiosa - equivalente em medicina é epidemia


O Brasil tem adquirido na vigilância de epizootias de primatas como evento sentinela para a vigilância da febre amarela. 1



A vigilância de epizootias em primatas é uma ferramenta de vigilância epidemiológica da febre amarela que tem sido utilizada desde 1999 no Brasil e que passou a ser considerado um evento de relevância epidemiológica a partir de 2006, quando foi incluída na lista das doenças de notificação compulsória pelo governo brasileiro. 1


Epizootia -  Definições


  • É um conceito utilizado na saúde pública veterinária para qualificar a ocorrência de um determinado evento em um número de animais ao mesmo tempo e na mesma região, podendo levar ou não a morte.
  • Doença que apenas ocasionalmente se encontra em uma comunidade animal, mas que se dissemina com grande rapidez e apresenta grande número de casos. O seu conceito equivalente em medicina é epidemia 
  • Epizootia (do grego clássico: epi, por sobre + zoon, animal) é o conceito utilizado em veterinária e ecologia das populações para qualificar uma enfermidade contagiosa que ataca um número inusitado de animais ao mesmo tempo e na mesma região e que se propaga com rapidez.


 As principais são: Dengue, Febre Amarela, Febre do Nilo Ocidental, encefalite de Saint Louis, Mayaro, Oropouche, Chikungunya e Encefalites Eqüinas. A vigilância em epizootias, mais especificamente em primatas não humanos, tem como objetivo a prevenção de casos humanos de febre amarela através da identificação precoce da circulação viral na população de macacos mortos ou doentes (vigilância passiva). 3



É importante intensificar as ações de vigilância da febre amarela no país durante o período sazonal da doença. Segundo a série histórica de casos o período sazonal vai de dezembro a maio. 

  • Dentre a série de ações a serem adotadas podemos citar: 
  • investigar oportunamente e notificar todos os casos suspeitos, em até 24h, 
  • incluindo as doenças febris ictéricas e/ou hemorrágicas, 
  • os óbitos por causa desconhecida e as epizootias em primatas não humanos.

A investigação precisa abranger a colheita de amostras para diagnóstico laboratorial, conforme preconizado no Manual de Vigilância Epidemiológica de Febre Amarela e no Manual de Vigilância de Epizootias em Primatas Não Humanos, publicações do Ministério da Saúde. 2



Manual de vigilância de epizootias em primatas não-humanos - Ministério da Saúde



O presente Manual de vigilância de epizootias em primatas não-humanos, lançado pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde, traz aos interessados na temática informações técnicas abrangentes e normas e condutas para o desenvolvimento de estudos visando, primordialmente, prevenir a ocorrência de casos humanos de febre amarela com vistas à redução de sua morbimortalidade – e, secundariamente, a investigação das epizootias.

As ações ora propostas basearam-se em experiências desenvolvidas na organização e execução de atividades voltadas à detecção precoce da circulação do vírus da febre amarela em ambiente silvestre, em primatas não-humanos e em vetores.

Sua leitura atualizará os profissionais de saúde nos conhecimentos acerca dos aspectos epidemiológicos, características e distribuição geográfica dos primatas não-humanos, realização de necropsia em campo, colheita de material biológico, análise e divulgação dos dados, medidas de controle da febre amarela e diretrizes para o estabelecimento da vigilância entomológica e de epizootias.

Esperamos que sua ampla divulgação nos serviços de vigilância das diversas secretarias estaduais e municipais de saúde efetivamente contribua para uma melhor estruturação e implementação das ações de vigilância e controle da febre amarela silvestre no Brasil.




Editado pelo Blog AR News
Se copiar é obrigatório citar o link da postagem

1http://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=665:vigilancia-epizootias-febre-amarela-animais-sentinelas&Itemid=777
2   http://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=3414:intensificacao-vigilancia-febre-amarela-periodo-sazonal&Itemid=816
3 http://www.visa.goias.gov.br/post/ver/134023/epizootias
4 MS Brasil


Significado de Epizootia e Manual de vigilância em primatas não humanos - macacos

Epizootia é um conceito utilizado em veterinária para qualificar uma enfermidade contagiosa - equivalente em medicina é epidemia

.

4 out of 5
based on 1 reviews

Comentários