MS estuda a inclusão da vacina contra a Febre Amarela no calendário de imunização das crianças

vacina contra a Febre Amarela no calendário de imunização das crianças 



Ministério da Saúde do Brasil estuda a inclusão da vacina contra a Febre Amarela no calendário de imunização das crianças de todas as regiões, não só das áreas que são consideradas endêmicas. A proposta é que já comece a valer em 2018.


As crianças receberiam duas doses da vacina contra a Febre Amarela  - a primeira aos 9 meses e a segunda aos 4 anos.


 "Estamos estudando a possibilidade de introduzir a vacina. É preciso avaliar o risco-benefício. Você tem que colocar na balança qual o benefício de dar essa vacina (em áreas que não têm casos da doença). O benefício é que em longo prazo, em 20 anos, teremos toda a população do Brasil imunizada e não precisaremos fazer uma campanha. Vou vacinando gradativamente. Mas tem os riscos", afirmou a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, Carla Domingues.

Comentários