Febre Amarela : Tem que vacinar todo mundo. Agora não temos mais dúvidas,diz Marcos Boulos

O coordenador de Controle de Doenças da Secretaria de Estado de São Paulo, Marcos Boulos, apresentou uma linha do tempo com dados que revelam o crescimento do número de casos da febre amarela ao longo das décadas e também falou sobre a expansão do seu aparecimento fora de áreas antes habituais de circulação do vírus.
 Marcos Boulos

 Boulos descreveu ainda como acontecem os alertas e como os especialistas atuam em situações de epizootias, ou seja, a morte de uma grande quantidade de animais com a mesma doença, neste caso, macacos com febre amarela.

Quando surgiu o primeiro macaco morto na região de Campinas, São Paulo, tivemos que vacinar primeiro os profissionais de saúde para depois começar a vacinar a população, pois era uma região que nunca imaginaríamos antes que a FA chegaria Não era considerada uma área de recomendação. Neste meio tempo, algumas mortes aconteceram. Isso nos mostra que a vacina causa, de fato, um impacto muito grande na prevenção. Tem que vacinar todo mundo. Agora não temos mais dúvidas. Com isso, vamos, gradativamente, fazer toda a cobertura do estado de São Paulo”, defendeu ele. Assista:



A expansão da febre amarela Silvestre: desafios e perspectivas - Marcos Boulos







Editado 
Se copiar é obrigatório citar a fonte
Do original e o link do blog ALAGOAS REAL
Fonte:

Informe ENSP é um boletim eletrônico diário da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca.
Coordenação de Comunicação Institucional (CCI) - Tel: (21) 2598-2428 - e-mail: informe@ensp.fiocruz.br



=======================================================================
Febre Amarela : Tem que vacinar todo mundo. Agora não temos mais dúvidas,diz Marcos Boulos Reviewed by Mário Augusto on 26 Abril . A expansão da febre amarela Silvestre: desafios e perspectivas - Marcos Boulos " Marcos Boulos, apresentou uma linha do tempo com dados que revelam o crescimento do número de casos da febre amarela ao longo das décadas e também falou sobre a expansão do seu aparecimento fora de áreas antes habituais de circulação do vírus ", . Rating: 1,5

Comentários