Vacinação : OPAS comemora 25 anos de erradicação da poliomielite

"Durante os últimos 15 anos, demonstramos que a vacinação é uma das estratégias mais poderosas para prevenir doenças e salvar vidas",


Mais de 60 milhões de pessoas serão vacinadas contra uma série de doenças perigosas durante a Semana de Vacinação nas Américas, a maior iniciativa de imunização do continente. Coordenada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a semana celebra seu 15º aniversário este ano e acontece de 22 a 29 de abril.

O slogan para a campanha de 2017 é "Vacine-se para celebrar um amanhã saudável", incentivando as pessoas e suas famílias a se vacinarem hoje e desfrutarem de uma boa saúde amanhã. Destaca as vacinas que oferecem proteção contra doenças altamente contagiosas, debilitantes e potencialmente mortais. As personagens da Vila Sésamo ilustram o cartaz da campanha, que trata a vacinação como um "um ato de amor".

"Durante os últimos 15 anos, demonstramos que a vacinação é uma das estratégias mais poderosas para prevenir doenças e salvar vidas", disse a diretora da OPAS, Carissa F. Etienne. "A OPAS está empenhada a continuar trabalhando em estreita colaboração com os países para imunizar toda a população e facilitar a introdução de novas vacinas a preços acessíveis", acrescentou.

Em 2015, a rubéola e a síndrome da rubéola congênita foram eliminadas na região das Américas e, em 2016, os esforços dos países contribuíram para a eliminação do sarampo. A vacinação contra essas doenças continua a ajudar a minimizar o risco de importação das enfermidades para algum país da região. Além disso, milhões de pessoas foram vacinadas para manter o hemisfério ocidental livre da poliomielite por 25 anos.

Novas vacinas contra o rotavírus, doença pneumocócica e HPV começaram a ser introduzidas em países e territórios da região desde 2000. Atualmente, 28 países e territórios vacinam contra a doença pneumocócica e 19 contra o rotavírus e o HPV. Essas conquistas foram possíveis graças à dedicação de milhares de trabalhadores de saúde, que desempenharam um papel fundamental para alcançar todos em suas comunidades e levar vacinas às populações mais vulneráveis e que vivem em zonas de difícil acesso.

"Temos conseguido uma região mais saudável graças à vacinação", disse o chefe da Unidade de Imunizações da OPAS, Cuauhtémoc Ruiz-Matus. "Vamos continuar trabalhando para que as crianças não sofram ou morram de uma doença que podemos prevenir com vacinação," adicionou.


As ações para a Semana de Vacinação nas Américas também têm ido além do campo de imunização. Profissionais de saúde aproveitaram a iniciativa para implementar outras ações de saúde, como a desparasitação, administração de vitamina A e promoção do aleitamento materno. Da mesma forma, a mobilização da comunidade para a vacinação ajudou a cobrir as lacunas que separam as pessoas da atenção de que precisam.

A Semana de Vacinação nas Américas começou em 2003 como um esforço dos países da região para combater um surto de sarampo na Colômbia e Venezuela. Em 2012, transformou-se em um movimento global. Neste ano, a Assembleia Mundial da Saúde estabelecerá a Semana Mundial de Imunização e 180 países de todo o mundo começarão a celebrá-la.

Lançamentos regionais no México e Brasil

Uma série de eventos de lançamento da Semana de Vacinação terá lugar no México e no Brasil. Em 24 de abril, o México será o anfitrião do primeiro lançamento regional. Essa atividade acontecerá às 10h no pátio principal da Secretaria de Saúde do México, situada em Lieja 7, Cidade do México. O secretário da Saúde, Jose Narro, e diretora da OPAS, Carissa F. Etienne, participarão, juntamente com outras autoridades.

O México tem uma longa história na realização de campanhas de vacinação e outras atividades integradas para proteger a saúde de sua população. O país possui Semanas Nacionais de Saúde em fevereiro, maio e outubro, portanto, não planeja ações adicionais durante a Semana de Vacinação nas Américas. As atividades intensivas realizadas a cada mês de maio têm contribuído para as realizações regionais da Semana de Vacinação nas Américas.

O segundo evento ocorrerá em 29 de abril, quando uma aldeia indígena no estado brasileiro de Rondônia, conhecida como Linea 9 Amaral, pertencente à etnia indígena Suruí, sediará o lançamento regional da Semana de Vacinação para levar vacinas a um grupo prioritário da iniciativa. A atividade terá lugar no âmbito das celebrações para o Mês de Vacinação dos Povos Indígenas, organizado pelo Brasil.
===========================================
OPAS comemora 25 anos de erradicação da poliomielite Reviewed by Mário Augusto on 26 Abril . Semana de Vacinação nas Américas completa 15º aniversário neste ano "Durante os últimos 15 anos, demonstramos que a vacinação é uma das estratégias mais poderosas para prevenir doenças e salvar vidas", . Rating: 2

Comentários