Colégio Médico de Honduras diz que não precisa de Cubanos


Suyapa Figueroa

Tegucigalpa.- Suyapa Figueroa, presidente do Colégio Médico de Honduras (CMH), disse neste fim de semana que o recrutamento de médicos cubanos pelo governo de seu país é "uma decisão infeliz."


Figueroa disse que não é uma justificativa plausível contratar os cubanos para o interior do país, em áreas onde supostamente os médicos Hondurenhos não querem ir.


Pelo contrário, "os médicos Hondurenhos estão dispostos a dar os seus serviços dentro do país", disse a presidente do CMH.



De acordo com o CMH, o governo Hondurenho paga um salário mensal de US $ 800 para cada médico cubano.

"Se a desculpa é que eles trazem especialistas cubanos, porque o governo não concede bolsas de estudo para especializar médicos hondurenhos?" Disse Figueroa, que assegura que há também médicos recém-graduados e desempregados em Honduras.


A venda de serviços médicos é uma das principais fontes de renda do regime Cubano, que continua a ser uma enorme percentagem dos lucros de profissionais cubanos.


Editado e Traduzido

Se copiar é obrigatório citar o link do Blog AR NEWS
Fonte:

http://www.proceso.hn/salud-y-sociedad/5-salud-y-sociedad/cmh-reprocha-contratacion-de-medicos-cubanos-y-reitera-que-mas-de-seis-mil-galenos-estan-desempleados.html



Colégio Médico de Honduras diz que não precisa de Cubanos Rating: 3 out of 5 based on 3 rating.

Comentários