Nicolás Maduro : O homem das Malas de dinheiro na Venezuela

Nicolás Maduro : O homem das Malas de dinheiro na Venezuela


Luisa Ortega, ex-promotora venezuelana, mostra documentos que afirma provar que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, subornou a construtora brasileira Odebrecht. Um grupo de juristas exilados conhecido como "Suprema Corte". em Exílio, 'se reuniu na capital da Colômbia no dia 3 de abril de 2018,para ouvir as alegações de corrupção contra Maduro. 


Luisa Ortega
Luisa Ortega


A ex-procuradora da Venezuela acusou o presidente Nicolás Maduro de "orquestrar" atos maciços de corrupção, incluindo a entrega de malas cheias de dinheiro e receber pelo menos US $ 35 milhões em propinas, enquanto ajudava as construtoras brasileiras a arrecadar centenas de milhões de dólares.

Luisa Ortega - ex-aliada do presidente venezuelano - também disse que Maduro lidou pessoalmente com dezenas de milhões de dólares em contribuições de campanha ilícitas para a reeleição em 2012 de seu ex-mentor e chefe, Hugo Chávez, que morreu supostamente de câncer.

Ortega apresentou seu caso em um cenário surreal: na vizinha Colômbia, perante um painel de juízes que se considera a legítima Suprema Corte da Venezuela. Adicionando realismo ao processo, a “audiência pré-julgamento” foi realizada no edifício ornamentado do Congresso da Colômbia, e quando Maduro não apareceu para a sessão, foi designado para ele um defensor público.

Ortega disse que estava fornecendo aos juízes documentos bancários, registros de imigração e gravações de áudio para provar suas alegações arrebatadoras. Esses arquivos, no entanto, estão lacrados e não foram fornecidos à imprensa. E o tribunal disse que decidirá em 9 de abril se um julgamento é merecido.


Editado e traduzido
http://www.miamiherald.com/news/nation-world/world/americas/venezuela/article207839194.html
Foto:Fernando Vergara AP

Comentários

Recentes