Febre Amarela : Humanos e PNH ( macacos) morrem diariamente, o surto se alastra - o que está sendo feito para conter essa tragédia ?

Pessoas adoecem e morrem diariamente no Brasil; além disso os macacos também estão sendo dizimados pela Febre Amarela,,mas a logorreia do governo é sempre a mesma : o surto está controlado tecnicamente !

Febre Amarela Silvestre,Urbana - Epizootia.Epidemia,surto- Aedes,Haemagogus,Sabethes
Mortes humanas - Dengue,Zika e Chikungunya

" ... Somente o indivíduo (pessoa física) munido de seu título eleitoral poderá propor ação popular, sem o quê será carecedor dela (...). Isso porque tal ação se funda essencialmente no direito político do cidadão, que tendo o poder de escolher os governantes, deve ter, também, a faculdade de lhes fiscalizar os atos de administração " .Hely Lopes Meirelles


As Declarações do Ministro da Saúde do Brasil,o engenheiro civil e empresário Ricardo José Magalhães Barros em julho de 2016


Morrer diuturnamente por doenças transmissíveis emergentes, reemergentes e preveníveis não é algo mais estranho nesse país, e de certa forma se transformou e passou a figurar no contexto das notícias banais e contumazes da mídia, principalmente porque  estamos diante de uma saúde caótica e que tem como seu guardião um Ministro da Saúde que em 2016, pronunciou frases até então impensáveis em evento da Associação Médica Brasileira (AMB)  . 

O Ministro assim falou: "a maioria dos pacientes que procuram atendimento em unidades de atenção básica da rede pública apenas “imagina” estar doente, mas não está. Ainda de acordo com Ricardo Barros é “cultura do brasileiro” só achar que foi bem atendido quando passa por exames ou recebe prescrição de medicamentos e esse suposto “hábito” estaria levando a gastos desnecessários no Sistema Único de Saúde (SUS)


“A maioria das pessoas chega ao posto de saúde ou ao atendimento primário com efeitos psicossomáticos. Por que 50% dos exames laboratoriais não são retirados pelos interessados? Por que 80% dão resultado normal? Porque foram pedidos sem necessidade”, disse o ministro, na manhã de  (15 /07/2016), em evento na sede da Associação Médica Brasileira (AMB), em São Paulo.


“Não temos dinheiro para ficar fazendo exames e dando medicamentos que não são necessários só para satisfazer as pessoas, para elas acharem que saíram bem atendidas do postinho de saúde.” Fonte ( Exame.abril em 15 de julho de 2016)


Ser ou não ser um Ministro da Saúde ?


Quando vejo um  Ministro da Saúde ser capaz de acreditar e afirmar categoricamente que a população sofrida do nosso país que depende do SUS  para ter atendimento médico, apenas "imagina estar doente", causa-me perplexidade  como cidadão.


Diante desse cenário inumano, também chego a uma conclusão que há mensagens subliminares na imaginação subjetiva contida na opinião do Sr. Ministro Ricardo Barros,quando afirma que : os "efeitos psicossomáticos " dos pacientes, que imaginam estar doentes , que não há dinheiro para exames e remédios suficientes para eles saírem do "postinho" achando que foram bem atendidos e que seus exames foram pedidos sem necessidade ". Sob minha ótica as opiniões do Sr. Ministro Ricardo Barros tem como único objetivo encontrar uma causa que justifique a inoperância do sistema público, além de existir uma agressão direta ao cidadão usuário do SUS e a classe médica. 

O Brasil vem há anos com um sistema público de saúde falido, não por falta de verbas,mas pelo seu uso incorreto . As inúmeras operações deflagradas pela Polícia Federal são provas vivas que o país precisa de um novo rumo. 


Quando a política subjuga a saúde


Não é a vontade pessoal que irá triunfar e subjugar o interesse social,colocando em risco os princípios de liberdade, igualdade e o direito a informação . A saúde de outrem, não pode ser relegada nem ter artimanhas no lácio que confundam a compreensão e que dominem a sociedade e à lógica.


O Surto Epidêmico de Febre Amarela no Brasil



Acredito sem existir a menor dúvida ,que o surto epidêmico de Febre Amarela que assola atualmente o Brasil dizimando seres humanos e primatas , é mais grave do que estão divulgando. Essa minha assertiva não se baseia somente em conjecturas fanfarrônicas, mas é embasada nas opiniões de renomados especialistas do Brasil e do exterior conforme venho postando desde 2016.:




A tragédia anunciada - Todas as espécies de macacos são "sentinelas"


A minha preocupação aumentou após tomar conhecimento da fala do Ministro há quase um ano,em 07/2016 quando o caos atual (Zika,Dengue,Chikungunya e Febre Amarela) era ainda um esboço , e o governo quase não falava,porém as epizootias e mortes de PNH por Febre Amarela estavam ocorrendo .


Suponho que talvez por acreditar que as doenças são frutos da imaginação de um povo,o Ministro possua essa mesma visão sobre as tomadas de decisões no âmbito da saúde, postergando as condutas apropriadas que o momento exige!




A Carta Magna e a saúde


Tenho certeza que essa mesma apreensão é compartilhada por inúmeras pessoas que desejam um país onde todos sejam iguais, e que seus governantes sejam fiéis cumpridores da lei , possibilitando a vida e a saúde, com todas as suas definições encontradas em nosso vernáculo. Portanto para os gestores,já que nesse campo urge máxima ação , deixo algumas considerações que devem ser observadas no âmbito da saúde, e para tal finalidade faço uso dos princípios contidos na nossa Carta Magna;




A) A saúde é direito de todos e dever do Estado, nos termos do art. 196 da Constituição Federal


B) O artigo 197, também da Constituição Federal do Brasil estabelece ainda que "são de relevância pública as ações e serviços de saúde, cabendo ao Poder Público dispor, nos termos da lei, sobre a sua regulamentação, fiscalização e controle, devendo sua execução ser feita diretamente ou através de terceiros e, também, por pessoa física ou jurídica de direito privado"; 

C) As patologias que assolam o País, guardam em comum , o mesmo vetor , mosquitos da espécie  Aedes Aegypit, a qual se encontra presente em todo território nacional


D) Considerando que a letalidade da Febre Amarela é alta, as complicações hemorrágicas da Dengue é uma triste realidade, que a cronicidade das mialgias e artralgias incapacitantes do Chikungunya são complicações comuns ao vírus, e que a Zika tem o potencial de causar microcefalias,retardo mental,Síndrome de Guillain- Barré e até mortes, aumentando desta forma os danos causados à saúde da população, é preciso portanto, que em vez de pensar em reduzir as atividades do SUS ,o Sr. Ministro Ricardo Barros,  aumente a oferta de serviços de saúde, de qualquer natureza, em especial das ações de controle de vetor e manejo clínico de dengue, zika e chikungunya e Febre Amarela 

E) É de bom alvitre observar o "caput” do art. 37 da Constituição Federal que determina: “A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e também ao seguinte": (..)

F) Que os gestores jamais olvidem das suas funções ,e portanto,clamo neste momento, a nobre apreciação do Fiscal das Leis ( MP) detentor de inúmeras atribuições, dentre elas : " Ministério Público  tem a função institucional de garantir a efetiva assistência à Saúde dos cidadãos, laborando junto á Sociedade para buscar o respeito á legislação vigente e o direito de todos ao acesso digno de um serviço de saúde sem as mazelas que hoje afetam a Saúde Pública." ( MPF-DF)



O Direito do Cidadão


O cidadão  tem o direito de ter o efetivo serviço de vigilância epidemiológica, que deverá ser regido pelo princípio da eficiência da Administração Pública,tão bem descrita na obra de Hely Lopes Meirelles. A nossa carta magna soberana estabelece as bases de toda ordem constitucional .É por essa base que devemos fazer a nossa sociedade trilhar e cumprir o ordenamento jurídico, principalmente no que se refere a segurança de uma saúde digna ,universal e igualitária para todos os Brasileiros.




Ética e Cidadania como fatores basilares de um povo



É de suma importância que a sociedade Brasileira viva diuturnamente o significado da palavra ética ,como a verdadeira essência do acolhimento ao bem .

Que os Direitos Humanos não pertençam exclusivamente a uma classe, mas que ele seja Universal

A prática médica é sedimentada no reconhecimento da dignidade e dos direitos humanos. O Médico é portanto um "ator social decisivo no enfrentamento das situações violadoras desses direitos."

Finalizo essa postagem na semana da Páscoa(Passagem), desejando e esperando um novo recomeço,para esse país , sem as alucinações e delírios imputados a nós pacientes e impacientes cidadãos que habitamos esse mundo real da sangria política que não se cansa de ceifar vidas. Aguardamos com esperança que a torneira aberta que faz escorrer pelo ralo o futuro de nossos filhos,possa ser sepultada definitivamente pela Operação Lava Jato, e das cinzas dessa triste história, o SUS renasça como a Fênix.!


Por hoje é só!


Maceió 15 de abril de 2017

Mário Augusto  


                             "A Medicina é uma profissão a serviço da saúde do ser humano e da coletividade e deve ser exercida sem discriminação de qualquer natureza."


 Blog AR NEWS
Se copiar é obrigatório citar o link da postagem

Fontes:
MPF-DF
Blog AR NEWS



Febre Amarela : Humanos e PNH ( macacos) morrem diariamente, o surto se alastra , e o que está sendo feito para conter essa tragédia ? -  Rating: 7 out of 10

Comentários